Marinha do Brasil celebra os 149 anos da Batalha Naval do Riachuelo

O prefeito Paulo Duarte, acompanhado da primeira dama e diretora-presidente da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (FUPHAN), Maria Clara Scardini, participou da solenidade militar que marcou as comemorações pelos 149 anos da Batalha Naval do Riachuelo, na manhã desta quarta-feira, 11. A cerimônia aconteceu em frente ao Pórtico do Comando do 6º Distrito Naval e foi presidida pelo contra-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, comandante da guarnição.

 

“É uma data importantíssima, não só para a Marinha, mas para o povo brasileiro”, declarou o comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho. “ Essa data é comemorada em todo o Brasil, mas deve ser muito mais comemorada por nós aqui da região”, acrescentou Edervaldo, lembrando que a Guerra da Tríplice Aliança aconteceu aqui,  nesta área do Mato Grosso do Sul.

 

“Muitos que habitavam aqui morreram, então temos que comemorar e reverenciar aqueles heróis. Tanto os que viveram quanto os que morreram dando a vida pela defesa do nosso país”, completou o comandante do 6º Distrito Naval.

 

Reverenciando toda a importância histórica da data para o Brasil, o prefeito Paulo Duarte parabenizou os militares. “Esta Data Magna é um marco na nossa história”, lembrou Paulo. “A Marinha do Brasil tem uma relação muito próxima com a comunidade e participa, no caso de Corumbá, ativamente dos projetos da Prefeitura, seja no social, na área da saúde, educação, e esporte”, enfatizou Duarte, lembrando que no segundo semestre  o 6º Distrito Naval será mais uma vez parceira da Prefeitura. “Vamos preparar os Jogos de Aventura  e mais uma vez a Marinha do Brasil será nossa parceira”, finalizou.

 

 

Na cerimônia, foi lida a ordem do dia do comandante da Marinha do Brasil, almirante-de-esquadra Julio Soares de Moura Neto, que ressaltou a importância da Batalha do Riachuelo para a corporação, bem como da missão da Marinha nos dias atuais e o lugar ocupado pelo Brasil no cenário mundial. Logo em seguida foi lida a mensagem da presidente Dilma Rousseff,

 

 

Durante a solenidade, personalidades foram condecoradas com a Medalha da Ordem do Mérito Naval. Entre os agraciados, o general Juarez, do Comando Miliar do Oeste, o chefe de operações, General Elias,o servidor civil Pinho,  dois suboficiais e um sargento que têm mais de 30 anos dedicados a Marinha do Brasil.

 

 

Na comemoração foram entregues premiações para os alunos que participaram da gincana de pintura alusiva à data e também a um funcionário civil da Marinha que desenhou o navio de transporte Leverger.

 

Histórico

 

A Batalha Naval do Riachuelo é considerada, pelos historiadores, como uma batalha decisiva da Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguai (1864-1870). A importância da vitória nessa batalha está ligada ao fato que, até aquela data, o Paraguai tinha a iniciativa na guerra e ela inverteu a situação, garantiu o bloqueio e o uso pelo Brasil dos rios, que eram as principais artérias do teatro de operações de guerra. Essa foi a primeira grande vitória da Tríplice Aliança na guerra e, por isto, muito comemorada. O desfecho da Batalha Naval do Riachuelo, ocorrida no dia 11 de junho de 1865, representa uma das vitórias mais relevantes da História Militar do Brasil, tornando-se, assim, um dos principais eventos a serem rememorados.