Juiz federal diz que a droga é um problema de todos, “uma guerra mundial”

O prefeito Paulo Duarte participou da palestra “Jovens Livres das Drogas”, ministrada pelo Juiz Federal Odilon de Oliveira, na noite de sábado 21, no templo da Primeira Igreja Batista de Corumbá. O encontro reuniu jovens, estudantes, representantes do Poder Legislativo, e membros do Conselho Regional de Evangélicos (Coreme), que organizou o evento com apoio da Prefeitura de Corumbá e do Conselho Municipal Antidrogas. 

 

A palestra, que integra a Semana Nacional de Combate às Drogas, foi aberta pelo presidente do Coreme e pastor da PIB de Corumbá, Altair Ribeiro da Silva, que falou sobre a importância de combater o quanto antes o uso de Entorpecentes. “Aonde não há justiça, há caos. E tanto a igreja, assim como a sociedade em geral, precisam se manifestar para tudo que seja prática da justiça, porque isso é um princípio bíblico”, observou Altair.

 

Ainda segundo ele, a questão das drogas não é um problema dos evangélicos e dos cristãos, mas sim, da nação. “É um mal e isso é perigoso. Se nós não tomarmos uma atitude, não sabemos onde vamos parar”, comentou o pastor, deixando um questionamento aos presentes: “Que país você vai entregar para os seus filhos”?, disse Altair,  levando todos a uma reflexão, sobre a importância de haver princípios e regras, para que não haja o caos e a destruição.

 

O prefeito Paulo Duarte aproveitou o encontro e parabenizou todo trabalho desenvolvido pelo Juiz Federal Odilon de Oliveira. “Um homem conhecido e reconhecido em todo o País, que poderia muito bem se contentar em exercer sua importante função de Juiz Federal, mas que não se limitou a fazer só a sua parte e tem ido além de sua obrigação como magistrado federal, levando a mensagem de prevenção às drogas a todo o Brasil”.

 

Sensibilizado ao combate às drogas, o prefeito Paulo Duarte reafirmou o compromisso de trabalhar fortemente contra o inimigo chamado “drogas”. “São questões que precisam ser enfrentadas de frente. E nós temos disposição e abertura para está nessa luta”, declarou Duarte, acrescentando que essa epidemia será tratada de verdade e sem hipocrisia.

 

Com a palavra, o Juiz Federal Odilon de Oliveira enfatizou a importância da religião, da família e da educação no combate e prevenção das drogas que só no ano passado matou 56 mil brasileiros. “Esse é um problema de todos nós e pode afetar qualquer família, é uma espécie de guerra, a 3ª Guerra Mundial, na qual cada um de nós tem de assumir o papel de combatente fiel”, disse ele.

 

O juiz parabenizou a iniciativa no combate as drogas. “A Prefeitura de Corumbá e as igrejas precisam continuar com um evento como este, que revitaliza, traz esperança e vai renovando a fé das pessoas”, declarou. “É a resposta que a sociedade precisa”, continuou Odilon, reafirmando que falta mais reflexão e Deus ocupando o coração das pessoas.

 

O juiz finalizou enfatizando que a segurança pública começa em casa, com a família. “Para alcançarmos a sociedade que queremos, precisamos solidificar a família, que é a base de tudo”, completou.

 

Ao término da palestra feita pelo Juiz Odilon de Oliveira, o prefeito Paulo Duarte, ao lado da secretária de Educação, Roseane Limoeiro, anunciou que vai enviar um projeto à Câmara dos Vereadores, indicando a criação do Conselho Antidrogas dentro das escolas. “Foi muito importante tudo que ouvi aqui, nos sensibilizando a fazer obras que toquem a alma das pessoas”, disse. “Nós vamos fazer muito mais do que a nossa parte. E contamos com a participação da sociedade e da igreja”, finalizou Paulo Duarte.

 

Presentes à palestra, a primeira dama e presidente da Fundação do Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico, Maria Clara  Scardini, o secretário de Governo, Márcio Cavasana, o coordenador de Segurança Pública, Luiz Fernando Lucena, o Comandante da Guarda Municipal em Corumbá, Danilo Vargas Junior e o presidente  do Conselho Municipal Antidrogas, Lamartine Figueiredo.