Coleta Seletiva será levada para todos os bairros e escolas da Reme

Exatamente um ano após ser implementada em Corumbá, a coleta seletiva está sendo ampliada de forma significativa pela Prefeitura. Nessa quinta-feira, 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, o prefeito Paulo Duarte anunciou a expansão do trabalho para todos os bairros da cidade e também nas escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme).

 

Cada unidade de ensino vai receber quatro contêineres destinados para a separação correta de papel, vidro, latas e plástico.  Nos bairros, os Pontos de Entrega Voluntária (PEV) serão instalados em 303 locais estrategicamente definidos pela Fundação de Meio Ambiente e a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos.

 

E na mesma perspectiva de incentivar a preservação do meio ambiente através da reciclagem, o prefeito repassou às associações de catadores que trabalham no lixão da cidade, três prensas hidráulicas – duas verticais e uma horizontal –, 50 contêineres metálicos cilíndricos, 16 carrinhos metálicos com duas rodas e quatro carrinhos metálicos para fardo, equipamentos que vão agilizar, qualificar e aumentar o rendimento desses trabalhadores.

 

“Precisamos ter a consciência de que a coleta seletiva não é apenas uma coisa de ecologistas. É um dever de cada um de nós. Não podemos permitir que a cidade mundialmente conhecida como Capital do Pantanal não tenha captação adequada de seu lixo. Por isso precisamos cuidar e trabalhar para que esse programa seja vitorioso”, afirmou Paulo Duarte.

 

O prefeito aproveitou a presença das lideranças comunitárias no evento, realizado na Praça da Independência, para pedir a participação efetiva da população neste projeto. “Precisamos deixar claro à comunidade que esses Pontos de Entrega Voluntária são destinados exclusivamente para materiais recicláveis, que vão gerar renda para muitas famílias”.

 

“Temos que conscientizar as pessoas que manter a cidade limpa é uma questão de saúde, de preservação do meio ambiente e de economia. Nossa cidade tem que dar exemplo nisso e estamos investindo muito na limpeza de todo o município”, completou o prefeito, anunciando que a próxima meta é a aquisição de um caminhão para que os catadores entreguem os materiais diretamente para os compradores.

 

“O caminhão de lixo hoje passa em todas as ruas do bairro pelo menos três vezes por semana. Agora, com a coleta seletiva, a expectativa é de melhorar ainda mais esse serviço”, afirmou Moacir da Silva Soares, representante da Associação dos Moradores do Guatós. “Esses pontos vão dar uma melhorada no bairro, com certeza. E com o tempo tenho certeza que as pessoas vão se acostumar com a ideia de separar o material e deixar ali”, completou José Carlos Benedito, do Maria Leite.

 

Esse trabalho de educação ambiental já vem sendo realizado pela Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, como explicou a diretora-presidente do órgão, Luciene Deová. “Fazer as pessoas mudarem seus hábitos é muito difícil, mas não podemos parar com essa tarefa nunca”, pontuou. “Por isso convocamos a população a colaborar com esse projeto, ajudar o Poder Público a cuidar desses equipamentos”, finalizou Deová.