Prefeitura leva Juventude na Praça para Distrito de Albuquerque neste sábado

A comunidade do Distrito de Albuquerque recebe neste sábado, 03 de maio, o programa Juventude na Praça que, a partir de agora, começa atender também os moradores da zona rural do maior Município pantaneiro. O evento será aberto às 14 horas com uma programação bastante intensa, envolvendo os mais diferentes setores da administração municipal.

 

Esta será a nona edição do programa. Anteriormente, vinha sendo desenvolvido na área urbana de Corumbá e conquistou grande sucesso junto à população, envolvendo não só a juventude, mas também crianças e adultos. A descentralização segue uma orientação do prefeito Paulo Duarte que quer levar a atividade não só para o Distrito, mas também para as mais diferentes regiões do Município.

 

O programa foi bastante difundido durante toda a semana naquela localidade pelas equipes da Secretaria de Assistência Social e Cidadania. Sob coordenação da Gerência de Políticas para a Juventude da Casa da Cidadania, equipes desenvolveram uma série de atividades naquele local, como oficinas dos Movimentos Urbanos, em parceria com o Break (Killa Kings), Capoeira (Cordão de Ouro), o Graffit (Eterno Art Crew), com o Skate, além dos trabalhos realizados pelas Gerências da Mulher, da Igualdade Racial e do Trabalho, que compõem a Casa da Cidadania. “Mais do que o evento no sábado, o Juventude na Praça quer se consolidar como uma semana de intervenções sociais, artísticas e de expressão por onde ele passar”, comentou gerente da Juventude, Victor Raphael de Almeida.

 

Para este sábado estão previstas atividades culturais, de esporte e lazer; oficinas de educação nas áreas da saúde e educação; shows musicais, além das culturas urbanas do grafite, do skate e bboys. E a organização do evento garante que será apenas a primeira de muitas edições que ocorrerão na zona rural a partir de agora.

 

“Estamos desenvolvendo um trabalho de identificação mais peculiar da juventude rural, começando por Albuquerque. É uma espécie de censo que nos auxiliará a identificar as demandas específicas da juventude rural, além de propor ações para sanar e dar suporte ao sentimento de identidade deste jovem com o seu meio”, observou o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa ao comentar o trabalho da semana.