Prefeitura inicia cadastro de festeiros do Arraial do Banho de São João

Os devotos de São João que realizam festividades durante o mês de junho já podem procurar a Casa de Cultura Luiz de Albuquerque (ILA) para renovar ou se inscrever no cadastro do município. O cadastramento começou nesta quarta-feira, 28 de maio, e segue até o dia 06 de junho, no horário das 13h às 18h.

 

José Gilberto Garcia Rozisca, gerente de Políticas Públicas para a Cultura, da Fundação de Cultura de Corumbá, esclarece que o cadastramento tem importante papel para o acompanhamento dessa festividade tradicional mo município.

 

“Além de identificar, o cadastro permite reconhecer e respaldar uma possível certificação como agente municipal de Cultura, o que já aconteceu com mais antigos integrantes deste cadastro no ano passado”, explicou.

 

Os festeiros que irão se recadastrar precisam apresentar cópia do RG, CPF e comprovante de residência, bem como o certificado de Agente Municipal de Cultura ou a declaração expedida pela Fundação de Cultura de Corumbá, informando que realiza o festejo, estando devidamente cadastrado.

 

Já quem irá se cadastrar precisa além dos documentos já citados levar um breve relato histórico do festejo que realiza, contendo o máximo de informações possíveis, por exemplo: o motivo de realização, se está atrelado à devoção e qual a religião, se segue uma tradição familiar, se o festejo abrange uma comunidade, o número de famílias atingidas, qual é o valor investido, e se há documentos (fotos, filmagens, parte de trabalhos acadêmicos de pesquisa) que comprovem a realização dos festejos em anos anteriores.

 

Optativo

 

Rozisca esclarece que o cadastramento possibilita aos festeiros, desde que estes manifestem interesse, o recebimento de um apoio financeiro para incrementar, de preferência, os andores do santo junino. Porém, para receber o apoio cultural é preciso que o festeiro esteja cadastrado na Fundação de Cultura de Corumbá desde o ano de 2011, tendo se recadastrado nos anos de 2012 e 2013. Além disso, é preciso ter participado da festividade com a descida do andor no dia 23 de junho dos anos anteriores, desde a realização do seu cadastro, no trecho do alto da Ladeira Cunha e Cruz em direção à região da “prainha” do Porto Geral, procedendo a lavagem do andor.

 

“Muitas pessoas acabam não se cadastrando porque imaginam que é um procedimento que se vincula ao recebimento do apoio cultural, entretanto sabemos que essa festividade é endógena, é uma legítima manifestação popular e para a Fundação o que importa no cadastro é ter a real dimensão e identificação dos festejos realizados no município”, afirmou.

 

A Fundação de Cultura de Corumbá divulgará, entre os dias 09 e 10 de junho, a relação dos festeiros cadastrados, referenciando aqueles que optaram e estão aptos ao recebimento do apoio cultural financeiro.

 

Confira o edital completo, clicando aqui.