Em pré-estreia, Espaço Cênico já demonstra importância para a cultura local

Ainda em fase de conclusão, o Espaço Cênico anexo ao SESC Corumbá (Centro de Convenções), no Porto Geral, foi aberto ao público na noite desta quinta-feira, 1º de maio. A pré-estreia do local, que deve se tornar referência na região, ocorreu para abrigar do mau tempo o espetáculo da Cia. De Dança Cisne Negro, incluído na programação do 11º Festival da América do Sul. A apresentação estava programada para acontecer no Palco Pantanal, na avenida General Rondon.

 

“Se hoje a gente faz uma pré-abertura devido às intempéries todas, o público já pode sentir um pouco do processo criativo do anfiteatro. Isso aqui é uma célula que vai fazer com que cidade ganhe um impulso muito grande, pois temos a UFMS e o Moinho Cultural aqui na frente, esse centro todo de arte e cultura com o SESC e esse anexo. Corumbá se inclui nesse mundo, podendo qualquer peça de teatro vir para cá, qualquer convenção científica pode ser feita aqui nessa estrutura digna”, afirmou a diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon.

 

O uso do Espaço Cênico só foi possível porque as obras da segunda fase foram retomadas pelo prefeito Paulo Duarte depois de muito tempo paralisadas. Com capacidade para abrigar 700 pessoas na plateia, o local teve uma pré-estreia digna do que se planeja para espaço ao receber uma das mais importantes e premiadas companhias de dança do Brasil.

 

“Quem é de Corumbá e não conhecia, tenho certeza que teve uma grata surpresa. Esse espaço vai ser o melhor para teatro e a cultura do Centro-Oeste brasileiro. Vamos concluí-lo com uma parceira que estamos fechando. Vamos dar uso definitivo a esse espaço cênico com a participação de todo setor cultural porque a estrutura precisa de vida”, observou o chefe do Executivo Municipal.

 

Na retomada das obras anunciada em março do ano passado, a Prefeitura investiu recursos próprios que permitiram a colocação de esquadrias de madeira; instalações elétricas: espelhos, interruptores e luminárias; pintura interna; instalação de revestimentos de pisos em cerâmica, granito, madeira e carpete; instalação de corrimão e demais ações.

 

De acordo com o prefeito, a intenção é que a terceira fase das obras, que inclui: mobiliário, sistemas de som e iluminação, cenografia e demais elementos, se conclua no final deste ano. 

 

Inaugurado no dia 20 de setembro de 2009, o Centro de Convenções do Pantanal, que hoje, tem grande parte de seu complexo administrado pelo SESC graças a um convênio assinado entre a entidade a Prefeitura de Corumbá, é um projeto de autoria do arquiteto corumbaense Carlos Lucas Mali e integra a nova e moderna estrutura do Porto Geral.