Dia do Trabalhador, a luta diária que resultou em grandes conquistas

Há exatamente 128 anos, na cidade americana de Chicago, milhares de trabalhadores realizaram uma greve geral contra as condições desumanas de trabalho e a enorme carga horária a qual eram submetidos (13 horas diárias). A greve paralisou os Estados Unidos. Nos dias subsequentes, ocorreram vários confrontos dos manifestantes com a polícia. O movimento se intensificou, resultando na morte de diversos manifestantes. As manifestações e os protestos realizados pelos trabalhadores ficaram conhecidos como a Revolta de Haymarket.

 

Por causa dessas manifestações, anos depois, o 1º de maio foi instituído como o Dia do Trabalhador e sua simbologia, de luta pela valorização do trabalho digno, se perpetuou ao longo de décadas e ainda hoje, embora muitas pessoas não saibam exatamente a origem dessa data, ela já se tornou algo intrínseco do trabalhador.

 

Dessas lutas se originaram as grandes conquistas trabalhistas como definição de carga horária para cada categoria, pagamento de salários condizentes com o trabalho prestado, obrigatoriedade da formalização dos empregos, por meio da Carteira de Trabalho, o que garante o pagamento de direitos trabalhistas como INSS e FGTS.

 

A Prefeitura de Corumbá valoriza todos os trabalhadores e por isso investe na qualificação e inserção de jovens no mercado de trabalho por meio de parcerias com a Federação FIEMS, Sistema S (Sesi, Senai e Senac), Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco e programas como o Pronatec, que fornecem a oportunidade de qualificação de pessoas para os mais diversos tipos de atividades. Além disso, a Prefeitura também criou o Banco de Oportunidades do Município, o BOM Pantanal, onde o trabalhador pode cadastrar seu currículo para disputar uma vaga de emprego.

 

De acordo com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania de 2013 até agora o Pronatec qualificou 1874 pessoas, em 56 cursos, classificando Corumbá em 1º lugar no ranking estadual. Outros 16 cursos foram realizados em parceria com o Governo Federal, Senai, Senac, Centros de Referência de Assistência e Centro de Qualificação Dom Bosco e resultaram na qualificação de 1.146 alunos. O BOM Pantanal encaminhou para entrevistas de emprego 211 profissionais, inserindo no mercado de trabalho 122 pessoas qualificadas na instituição.

 

Para o prefeito Paulo Duarte esses resultados passam, principalmente, pela política de valorização do jovem trabalhador e pela busca constante de parceiros que fomentem o desenvolvimento econômico da região.

 

“Estamos numa constante busca pela melhoria das condições de trabalho dos corumbaenses e a qualificação é essencial para que a pessoa esteja inserida num mercado cada vez mais competitivo. As parcerias têm sido de fundamental importância na realização desses objetivos”, diz o prefeito, reafirmando o compromisso da administração com o desenvolvimento local.

 

E ao lembrar dos fatos que deram origem às lutas e conquistas trabalhistas, em suas redes sociais, o prefeito fez questão de parabenizar a todos os trabalhadores e trabalhadoras corumbaenses, sejam dos setores privados ou públicos, por esta data tão significativa para todas as categorias em todo o mundo.