Corumbá monta receptivo para receber turistas e foca Festival América do Sul

Equipes do Observatório do Turismo estão na rodovia BR-262 desde ontem, 30 de abril, realizando o receptivo dos visitantes que chegam a Corumbá para o Festival América do Sul. Posicionados no posto fiscal do Lampião Aceso, aproximadamente 15 quilômetros da área urbana, os profissionais abordam os veículos e, ao mesmo tempo, que entregam a programação do evento e o mapa da cidade, aproveitam para coletar dados básicos como a quantidade de passageiros e finalidade da viagem.

 

A partir do dia 02 de maio, as equipes estarão em outras partes da cidade, sobretudo no circuito do Festival (avenida General Rondon e Porto Geral), além de rodoviária, aeroporto, hotéis e fronteira, onde aplicarão um questionário mais detalhado.

 

“O Observatório não está somente com o receptivo e a contagem de fluxo, mas também vamos captar informações, tais quais o perfil desse turista que nos visita, o nível de satisfação e projetar a movimentação que ele gera à cidade para inclusive começarmos a considerar a atratividade do Festival como um evento alavancador do fluxo turístico”, explicou a diretora-presidente da Fundação de Turismo de Corumbá, Hélènemarie Dias Fernandes.

 

A mesma pesquisa já foi aplicada durante outro evento de grande porte na cidade: o carnaval. Com as pesquisas específicas para cada evento, a Fundação de Turismo, autarquia a qual está vinculada o Observatório do Turismo, poderá analisar os diferentes públicos e planejar o setor local para melhor receber e oferecer seus produtos.

 

“Cada segmento gera um tipo de movimentação financeira para o município. A pesca esportiva tem um perfil de público, tem um desejo quando chega ao destino e gera uma movimentação. É um setor caro, que gera uma movimentação alta. Já o carnaval pega público de A a Z, mas sempre tem a latência de algum mais específico que as pesquisas já nos mostram”, comentou a gestora.

 

Recepção aprovada

 

Na rodovia, a ação é aprovada pelos visitantes como Martins Rosa que, junto à esposa, filha e uma vizinha, vieram desfrutar o feriado em Corumbá, onde possuem familiares.

 

“A gente veio mesmo aproveitar o feriado e, como tem o Festival, a gente pretende também participar de alguma ou outra atividade. Acho muito bom ter essa ação aqui na estrada”, afirmou o motorista.

 

Até mesmo quem chega à cidade a trabalho enxerga positivamente a ação e acaba se empolgando com as informações e materiais recebidos como foi o caso de Suely Ozório.

 

“Estamos chegando a serviço, mas gostei de saber o que a cidade está vivendo nesses dias e quem sabe, se sobrar um tempo, dará para curtir alguma atividade”, disse.

 

Coordenador do Observatório do Turismo, Ronan Xavier Machado, acompanha a pesquisa e destaca que, apesar de mais de uma década de existência, o Festival América do Sul não tem registrado nenhuma pesquisa que apontasse tantos detalhes essenciais ao planejamento turístico da cidade.

 

“Números quanto à atratividade e ao impacto econômico serão coletados e com eles vamos mostrar porque os empresários devem se preparar para esses e outros eventos ao longo do ano, qual a importância, qual o gosto desse turista”, afirmou.