Alunos aprendem com o programa “Veículo na via, Pedestre na faixa”

As ações do programa “Veículo na via, Pedestre na faixa” continuam a todo vapor. Na manhã desta quinta-feira, 29, alunos do 5º, da escola Municipal Almirante Tamandaré, aplicaram de forma prática os ensinamentos recebidos nas salas de aula. “Aprendi que é muito importante atravessar na faixa de pedestre porque se não fizermos tudo direitinho, pode acontecer algum acidente com a gente”, compartilhou o aluno Pedro Afonso de Lima Moraes, de 10 anos.

 

 

Desenvolvido pela Prefeitura de Corumbá, através da Agetrat (Agência Municipal de Trânsito e Transporte), A proposta é trabalhar comportamento, postura e comunicação viária, bem como promover a cultura do respeito ao pedestre e à faixa de segurança nas vias públicas. “ A gente vê hoje o pedestre como a parte mais frágil do trânsito”, observou Jociane Azarias dos Santos, chefe de Núcleo da Agetrat e coordenadora do programa.

 

 

 

 

“E muitas vezes as ações grandiosas são voltadas apenas para o condutor. Por isso a necessidade de valorizar o pedestre, e trabalhar com ele de forma educativa”, acrescentou Jociane, destacando que não adianta trabalhar a criança, o aluno, e não trabalhar o condutor.

 

 

“É um conjunto de responsabilidades. O pedestre é o detentor da prioridade de passagem na faixa, mas nem por isso deve se esquecer de simples práticas que fazem a diferença na prevenção de acidentes”, disse. “Aplicamos a regra de ver e ser visto, pois muitas vezes a pessoa vai atravessar a via e não comunica a intenção ao condutor. No momento que você percebe que aquele condutor te viu e ele também o avistou, você pede a passagem com a mão”, completou a coordenadora.

 

 

 

As vias em frente às escolas participantes do programa recebem ainda reforço da sinalização com a instalação de placas e faixas, alertando para práticas que garantam um trânsito mais seguro.

 

 

 

Reestruturando

 

 

 

Como forma de melhorar a trafegabilidade e diminuir o risco de acidentes entre veículos e pedestres, a Prefeitura de Corumbá já estuda um novo traçado do Anel Viário. O atual desenho do corredor de veículos pesados entrou em conflito com o crescimento urbano da cidade e por isso a FUHPAN (Fundação do Patrimônio Histórico e Desenvolvimento Urbano) estuda três novos trajetos mais periféricos. O projeto será apresentado até o final deste primeiro semestre.