Santa Casa de Corumbá monta equipe multidisciplinar e assume Oncologia

A Santa Casa de Corumbá assumiu nessa terça-feira, 22 de abril, a administração do Centro de Prevenção e Tratamento em Oncologia Dr. Hugo Costa. O atendimento aos pacientes do setor, que anteriormente era gerido por uma empresa terceirizada, não foi paralisado ou prejudicado em nenhum momento, conforme afirmou o diretor-clínico do hospital corumbaense e presidente da Comissão de Transição do Centro de Oncologia, Domingos Albaneze Neto.

 

“Não tivemos nenhum grande obstáculo durante essa transição”, garantiu o médico, destacando a boa estrutura física e tecnológica disponível no local. “Temos uma estrutura consistente e robusta e que pode, inclusive, ser ampliada”, completou Albaneze. A primeira inovação da Junta Interventora da Santa Casa no Centro de Oncologia foi a implementação de uma equipe multidisciplinar permanente no setor.

 

O cirurgião oncológico Carlos Bernardo Cola será o responsável pelo serviço. Ele terá o apoio de um oncologista clínico, duas assistentes sociais, uma psicóloga e uma enfermeira no trabalho diário com os mais de 110 pacientes atendidos em Corumbá. Mensalmente, o SUS repassa cerca de R$ 157 mil ao Centro Dr. Hugo Costa. “E essa verba não pode, em hipótese alguma, ser utilizada em outro setor do hospital”, esclareceu Domingos Albaneze.

 

Ao longo de todo esse processo de transição, a nova equipe administrativa já atendeu mais de 20 pacientes da Oncologia. “Eles gostaram desse atendimento , ficaram tranquilos com relação a essa mudança e não ouve nenhum tipo de incidente quanto a isso”, comentou o secretário municipal de Governo, Márcio Cavasana, que também integrou a Comissão de Transição, juntamente com representantes da Câmara de Vereadores e do Conselho Municipal de Saúde.

 

“O prefeito Paulo Duarte acompanhou todo esse processo bem de perto e garantiu que a Prefeitura continuará à disposição para ajudar em todos os serviços existentes na Santa Casa. A Oncologia foi uma conquista muito grande para a cidade, por isso reconhecemos o valor de quem participou desde o início para trazer essa especialidade para cá e com a qualidade que ela foi apresentada nesse tempo”, disse.

 

“Enaltecemos o trabalho de todos que participaram desse processo ao longo desse tempo e a nossa função nisso tudo é continuar prestando um bom serviço naquilo que for possível, com a transparência e lisura que o assunto exige”, completou Cavasana.