Prefeitura conclui reinstalação de estátuas da Via Sacra em Corumbá

Mais do que um ponto turístico de Corumbá, a representação da Via Sacra, disposta no trajeto de acesso ao topo do Morro do Cruzeiro, onde está instalada a grande estátua do Cristo Rei do Pantanal, é um registro da fé cristã no município pantaneiro.

 

O local é referência para as celebrações e manifestações religiosas, principalmente, no período da Semana Santa, quando muitos aproveitam para subir o Morro, enquanto refletem sobre os últimos momentos da vida de Cristo.

 

Apesar dessa importância, a maior parte das esculturas estava depredada devido a ações de vândalos. Isto levou a Prefeitura Municipal de Corumbá a tomar as devidas providências e a Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (Fuhpan), elaborou um projeto para revitalizar as imagens e urbanizar a área.

 

A primeira fase do projeto, que englobava a revitalização das imagens pela artista plástica Izulina Xavier, foi concluída no início do mês, quando as peças em concreto foram reinstaladas após passarem pelo restauro no ateliê da escultora, que completa 89 anos de idade nesta Sexta-Feira Santa, 18 de abril.

 

A intenção da Prefeitura, ao prever, primeiramente, a revitalização das dezenas de estátuas foi entregar, já nessa importante data cristã, a Via Sacra para as celebrações e eventos religiosos, tais como o Aleluia Fest.

 

Segunda etapa

 

Orçado em R$ 856 mil, todo o projeto de “Urbanização e Revitalização do Alto do Morro do Cruzeiro” prevê melhorias e ajustes na infraestrutura do local, segundo explicou Maria Clara Scardini, primeira-dama e diretora-presidente da Fuhpan.

 

Ela destacou a iluminação ao longo do trajeto e topo do morro, paisagismo, acessibilidade, segurança com implantação de guarita e monitoramento por câmera, bem como a reforma da escadaria e pintura da estátua do Cristo Rei do Pantanal estão contemplados.

 

Dentro do projeto, ainda conforme Maria Clara, estão previstas a implantação de uma praça e uma área para estacionamento, a reabertura do CAT (Centro de Atendimento ao Turista) e melhorias na base do morro. Uma das novidades anunciadas para o local é a instalação de um binóculo fixo com as lentes voltadas para a cidade e o pantanal.

 

“Orçamos a obra, finalizamos o projeto e estamos buscando uma parceria para executarmos, de forma a inserir recursos próprios e da parceria com uma empresa privada”, comentou ao destacar as fragilidades do local.

 

“Arrumar o problema da água também. Quem chega lá não tem um banheiro, por exemplo. É uma série de coisas que nunca foi resolvida e estava pendente. Sempre tiveram problemas lá”, disse a diretora-presidente.

 

Após a conclusão das obras, o espaço será administrado pela Fundação de Turismo do Pantanal, autarquia ligada à Prefeitura Municipal de Corumbá, que irá gerir o uso do equipamento público.