Oficina de poética e literária mostrou técnicas para a construção texto

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação de Cultura, abriu na quinta-feira, 10, a Oficina Poética/Literária sobre “Confraternidade e Inclusão Social na criação poética de raiz urbana”, que está sendo ministrada pelo poeta gaúcho Joaquim Moncks, coordenador Nacional da Casa do Poeta Brasileiro (POEBRAS Nacional).

 

A oficina está acontecendo na Praça da Independência e vai até este sábado. Nesta sexta, as aulas acontecem até as 19 horas e, no sábado, 12, das o8 às 13 horas, totalizando uma carga de 15 horas/aula.

 

O evento está permitindo ampliar conhecimento dos participantes sobre o tema, como expressão estética, mostrando que o encontro da diversidade das faixas etárias sempre acrescenta algo aos participantes.

 

A oficina está ocorrendo em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) e com o SESC Corumbá, fato que levou a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Márcia Rolon, a agradecer a realização desse e de outros projetos que vão acontecer no decorrer do ano. “Graças a tudo isso estamos com grandes projetos com a ajuda do Fundo de Investimento Cultural (FIC) que ocorrerão ainda este ano”, explicou.

 

Joaquim Moncks tem nove livros publicados, ressaltando “Confessionário – Diálogos entre Prosa e Poesia”, cartas e mensagens, análises literárias e prosa poética, de 2008, e “Bula de remédio”, poemas, de 2011. Ele é membro da Academia Sul Brasileira de Letras, da Academia Literária Gaúcha, da Casa do Poeta Rio-Grandense e da Estância da Poesia Crioula. Instituidor e presidente-fundador da Academia Brigadiana de História, Artes, Ciências e Letras – ABRHACEL, em processo de instalação. Em 2003, assumiu a Coordenação Executiva da Casa do Poeta Brasileiro – POEBRAS NACIONAL, confederação líder do associativismo literário, hoje com 77 sedes municipais em 20 Estados da Federação. Desde 2007 exerce a direção cultural nacional da Academia Maçônica Internacional de Letras – AMIL.