Juventude na Praça movimenta o Distrito de Albuquerque no próximo sábado

Sucesso garantido na área urbana de Corumbá, o programa Juventude na Praça está sendo levado agora para a zona rural e a primeira comunidade atendida será do Distrito de Albuquerque. O evento, realizado pela Prefeitura Municipal, acontece no próximo sábado, 03 de maio, e atende uma orientação do prefeito Paulo Duarte que quer levar a atividade não só para o Distrito, mas também para as m ais diferentes regiões do Município.

 

O programa em Albuquerque será iniciado às 14 horas de sábado. No entanto, já nesta quarta-feira, 30, uma equipe da Gerência de Políticas para a Juventude da Casa da Cidadania, ligada à Secretaria de Assistência Social e Cidadania, está no Distrito, realizando uma série de atividades, entre elas cadastramento dos jovens, já preparando a edição do final de semana, que envolve as demais pastas do Poder Executivo.

 

“Estamos preparando uma intensa programação para os dias que antecedem o evento”, destacou o gerente Victor Raphael de Almeida. Conforme ele, Albuquerque está recebendo oficinas dos Movimentos Urbanos, em parceria com o Break (Killa Kings), Capoeira (Cordão de Ouro), o Graffit (Eterno Art Crew), com o Skate, além dos trabalhos realizados com as Gerências da Mulher, da Igualdade Racial e do Trabalho, que compõem a Casa da Cidadania. “Mais do que o evento no sábado, o Juventude na Praça quer se consolidar como uma semana de intervenções sociais, artísticas e de expressão por onde ele passar”, comentou.

 

No sábado, dia do programa, a Prefeitura vai desenvolver atividades culturais, de esporte e lazer; oficinas de educação na áreas da saúde e educação; shows musicais, além das culturas urbanas do grafite, do skate e bboys. E a organização do evento garante que será apenas a primeira de muitas edições que ocorrerão na zona rural a partir de agora.

 

“Mais do que o evento em si, estamos começando a desenvolver um trabalho de identificação mais peculiar da juventude rural, começando por Albuquerque. É uma espécie de censo que nos auxiliará a identificar as demandas específicas da juventude rural, além de propor ações para sanar e dar suporte ao sentimento de identidade deste jovem com o seu meio”, observou o subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa.