Venda de novas linhas de telefonia celular pode ser proibida em Corumbá

Após ter buscado soluções para os recorrentes problemas nos serviços prestados pelas operadoras de telefonia celular na cidade, a Prefeitura Municipal de Corumbá, através do Procon, irá encaminhar novas notificação às empresas.

 

Entretanto, desta vez, o documento deixará explícito que, se no prazo de uma semana após o recebimento da notificação, as operadoras não apresentarem um plano de melhoria imediata nos serviços, o Procon proibirá, com base legal no Código de Defesa do Consumidor, a venda de novas linhas telefônicas. O descumprimeiro acarretará em multas.

 

“É um fato público e notório a péssima qualidade dos serviços prestados pelas telefônicas em Corumbá. O que acontece no município com a telefonia móvel já passou de todos os limites e essa situação atinge não isoladamente o cidadão, o que já seria ruim, mas alcança a cidade, no âmbito econômico, pois inibe novos investimentos”, afirmou o prefeito ao comentar que, em certas situações, “é necessário tomar medidas radicais” para a solução dos problemas que insistem em acontecer.

 

O prefeito Paulo Duarte se reuniu em datas nos meses de março e abril do ano passado com executivos e gerentes de duas empresas que operam na cidade. Nas ocasiões citadas, ficaram acordadas ações para sanar as constantes interrupções nas chamadas de voz e até mesmo da cobertura de sinal oferecido, além dos serviços de dados (internet móvel) e banda larga.

 

“Já tivemos uma conversa inicial e nos foi apresentado um plano de melhorias, só que, de lá para cá, a coisa em vez de melhorar, só piorou. Eu, enquanto prefeito, tenho ouvido diversas reclamações da população nesse sentido e também sofrido na pele a má oferta dos serviços”, disse.

 

Disposto a sanar de vez esse problema, o prefeito corumbaense também encaminhará um ofício ao Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, de quem desfruta bom relacionamento trazido da época quando o atual ministro desempenhou cargo de secretário do Governo de Mato Grosso do Sul.

 

“Tenho certeza que, no que for de competência do ministro, ele nos dará total apoio”, frisou Paulo Duarte ao lembrar que os casos contra as empresas telefônicas lideram a lista do Procon de Corumbá.

 

Tanto as notificações destinadas as quatro operadoras de telefonia móvel em Corumbá, como o ofício ao Ministro das Comunicações serão encaminhados na próxima segunda-feira, 31 de março.