Prefeito destaca investimentos dos governos federal e estadual em segurança

Maior o município do Estado – são 65 mil km² de território e fronteira com a Bolívia e o Paraguai -, Corumbá recebeu nessa quinta-feira, 6, quatro viaturas para reforçar as ações das polícias militar e civil, resultado da parceria dos governos federal e estadual por meio do programa Enafron (Estratégia Nacional de Fronteiras).

 

Os veículos foram entregues durante uma solenidade no Parque dos Poderes pelo governador André Puccinelli e pela secretaria nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Miki. Ao todo, 44 municípios situados na faixa de fronteira foram contemplados com um total de 78 carros.

 

O prefeito Paulo Duarte foi representado na solenidade pela Assessora Jô Simão, chefe do Escritório da Prefeitura de Corumbá, em Campo Grande. Presente também ao evento, o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar de Corumbá, tenente coronel Joilson Queiróz Santana.

 

Guarda Municipal

 

O prefeito Paulo Duarte realçou a ação integrada dos governos federal e estadual na área de segurança pública ao destacar o que chamou de “olhar diferenciado” para as regiões situadas nos limites internacionais, grande parte sem barreiras físicas. “Enfrentamos outra realidade e os investimentos são bem vindos”, disse.

 

Duarte observou que os municípios sempre ficavam com o ônus dos problemas típicos da fronteira por falta da maior presença do Estado e da União. “Hoje o cenário é outro, há efetivamente investimento em segurança em nosso município”, completou.

 

O combate ao contrabando e ao tráfico de drogas e armas na fronteira com o Paraguai e a Bolívia, segundo o prefeito corumbaense, “reflete na redução dos crimes nas grandes cidades e, assim, estamos prevenindo a violência”.

 

A contrapartida do município nessa ação articulada entre União e Estado, explicou o prefeito, será fortalecer a Guarda Municipal como força de apoio às organizações de segurança pública. “Dentro de suas atribuições, a Guarda Municipal vai trabalhar em conjunto, como ocorreu durante o carnaval”, citou.