Manhã de domingo foi de festa para as mulheres pescadoras pantaneiras

A manhã ensolarada desse domingo foi de festa no Porto Geral de Corumbá. Nem mesmo o forte calor tirou o brilho das mulheres pescadoras pantaneiras que proporcionaram um show de habilidade na I Regata Feminina de Canoinhas, uma realização que marcou o último dia destinado à Semana da Mulher na maior cidade do Pantanal.

 

Vinte e cinco pescadoras participaram da competição realizada pela Prefeitura de Corumbá, em parceria com a Prefeitura de Ladário e Marinha do Brasil, por meio do 6º Distrito Naval. Coordenada pela Gerência de Políticas para a Mulher da Casa da Cidadania, veiculada à Secretaria de Assistência Social, a competição foi dividida em três baterias, todas acompanhadas de perto pelas equipes da Capitania Fluvial do Pantanal.

 

Às margens do rio, na prainha do Porto Geral, principalmente, a torcida dava um tom especial à competição. Nem mesmo o fato de nenhuma das competidoras, na primeira bateria, ter completado o percurso, tirou o brilho da competição. Eram pescadoras jovens, de 15 a 25 anos, que não conseguiram contornar o Farol do Balduíno e chegar à prainha. As quatro participantes não conseguiram vencer a forte correnteza.

 

Já nas duas baterias seguintes, a disputa foi emocionante. Na segunda, para pescadoras de 26 a 40 anos, a vencedora foi Neila Neto Xavier, de 30 anos, do Bairro da Cervejaria. Ela foi seguida de perto por Jacqueline do Espírito Santos e Rosana de Souza Picolomini Gomes, que chegaram praticamente juntas, ficando em segundo e terceiro lugares. Onze participaram.

 

“Pesco desde pequena. Não foi fácil, mas consegui vencer a correnteza e chegar em primeiro”, comemorou na chegada. “O sol quente e o calor atrapalharam bastante, mas vencemos todos os desafios”, completou, exibindo o número com o qual ela competiu, o da sorte, 13.

 

E quem pensava que a terceira bateria, para pescadoras acima de 41 anos, não tivesse a mesma emoção, se enganou. Mais experientes, as 10 mulheres mostraram toda habilidade adquirida nas pescarias diárias pelo Rio Paraguai. Em fila, se dirigiram direto ao Farol do Balduino, fizeram a conversão e buscaram a margem direita do Rio.

 

A chegada foi também emocionante. Com torcida em tudo, Marilza de Lima, de 48 anos, também da Cervejaria, chegou em primeiro lugar, seguida por Maria Divina de Lima e Ana Maria de Souza.

 

Marilza é pescadora desde pequena. Só de carteira profissional, são 22 anos. Para ela, fazer este percurso já virou rotina. “Disputo as regatas de canoinhas desde 2000. Esta é a minha 14ª vitória”, celebrou.

 

A competição foi acompanhada de perto pelos prefeitos Paulo Duarte, de Corumbá, e José Antônio Assad e Faria, de Ladário. O comandante do 6º Distrito Naval, contra-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho, também prestigiou a realização.

 

O prefeito Paulo Duarte enalteceu a realização e comentou que a “Regata Feminina está fechando com chave de ouro da programação da Semana da Mulher em Corumbá”. Conforme ele, nada do que mais justos “homenagear estas mulheres guerreiras que tiram o seu sustento do Rio Paraguai”.

 

A competição contou com a participação das famílias de pescadores da região ribeirinha do Rio Paraguai, não só de Corumbá, como também de Ladário. Um grande número de autoridades prestigiou a festa, entre elas a secretária de Assistência Social e Cidadania, Andréa Cabral Ulle, além da gerente de Políticas para a Mulher, Cristiane Sant’Anna, que confirmou para a noite deste domingo, às 19 horas, uma missa em ação de graças para as mulheres, no Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, finalizando a programação da Semana da Mulher.