Imperatriz homenageia “filho da terra” para espantar o “bicho papão”

Assim como versava a letra de seu samba que homenageou o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Imperatriz Corumbaense superou adversidades e foi a terceira agremiação a se apresentar na avenida General Rondon, terminando ainda na noite deste domingo, 02 de março, seu desfile.

 

A comissão de frente, formada apenas por mulheres com vestimentas da cultura paraguaia, remeteram à genealogia do homenageado, cuja mãe nasceu naquele país.

 

No carro abre-alas, foram retratados os prédios históricos da Corumbá, onde o menino Bernal nasceu e passou sua infância. A Cidade Branca e suas altas temperaturas climáticas ainda foram referência para alas que se seguiram e o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira.

 

As adversidades superadas por Bernal foram metaforizadas pelo bicho-papão, personagem que assombra o mundo infantil, e no desfile da Imperatriz veio representado pelos ritmistas da bateria que teve à sua frente a rainha, Cecília Sant’anna.

 

A formação acadêmica de Bernal foi lembrada com alas que retrataram a Justiça, em alusão à carreira advocatícia do homenageado que também desempenha a profissão de radialista, o que levou para avenida alegorias representativas deste meio de comunicação.

 

Após o recuo, a bateria retornou para a avenida conduzindo os foliões até à dispersão na rua Firmo de Matos.