Fundação de Cultura incentiva participação de artistas locais em Bienal Naïfs

A Fundação de Cultura de Corumbá divulga para todos os artistas locais que está aberto o período de inscrições para a Bienal Naïfs do Brasil.

 

Os interessados têm até o dia 13 de abril para preencherem uma ficha disponibilizada no site www.sescsp.org.br e a remeterem para a organização da exposição, juntamente com duas obras finalizadas entre os anos de 2012 e 2014, além do envio de currículo artístico simplificado e cópias do RG e do CPF.

 

Todo o material exigido para a inscrição deverá ser destinado, via Correios, para o endereço: Bienal Naïfs do Brasil 2014, Rua Ipiranga, 155 – Centro. CEP: 13400-480, Piracicaba/SP.

 

O evento, realizado pelo SESC Piracicaba, escolherá trabalhos de todo o Brasil que ficarão, entre os dias 07 de agosto e 30 de novembro, em exposição ao público.

 

A Bienal Naïfs do Brasil concederá prêmios aos artistas que se destacarem durante o processo seletivo, para qual um júri especializado, constituído por personalidades do mundo das artes plásticas, será utilizado.

 

Segundo o regulamento do evento, quatro trabalhos receberão o valor de R$ 3 mil pelo Prêmio Destaque-Aquisição. Como Prêmio Incentivo (de caráter não aquisitivo), outras cinco peças deverão receber o valor de R$ 2,5 mil. Ficará a cargo do júri conceder ainda certificados de menções honrosas às demais obras que se destacarem.

 

Realizada pelo Sesc São Paulo desde 1992, na Unidade de Piracicaba, a Bienal Naïfs do Brasil foi criada com o intuito de privilegiar a participação dos artistas plásticos produtores de obras enquadradas na categoria de arte ingênua, espontânea, instintiva, popular, naïf ou naïve, que em sua maioria as concebem de maneira autodidata.

 

A mostra é uma das principais referências do gênero artístico e promove a integração entre artistas, pesquisadores, colecionadores e galeristas, além de educadores e estudantes, com a finalidade de ampliar conhecimentos e garantir o debate acerca da produção visual no país. Veja algumas obras do Acervo do SESC-SP, clicando aqui.