Em missa para Sassida, prefeito anuncia entrega de unidade de saúde

O prefeito Paulo Duarte participou na manhã desta quinta-feira, 13, da missa de um ano de falecimento do padre Ernesto Sassida. A celebração, realizada no Ginásio de Esportes da Cidade Dom Bosco, uma das grandes obras sociais fundadas por ele 63 anos atrás, contou ainda com a presença do prefeito de Ladário, José Antônio Assad, além de autoridades militares da região.

 

Responsável por conduzir toda a liturgia, o padre Dom Geovani Zerbini, exaltou e exultou toda a história de Padre Ernesto Sassida , que foi um missionário do amor, promovendo o bem na sociedade, em especial entre as crianças, adolescentes e jovens mais pobres.

 

Logo após o momento de celebração eucarística, o prefeito Paulo Duarte falou sobre a importância de manter vivo o legado que padre Ernesto deixou. “Eu guardo até hoje uma coisa que padre Ernesto falou para mim: Paulo, transforme em atitudes e ações concretas, os elogios feito à minha pessoa”, lembrou Duarte. E provando que guardou bem o conselho, o prefeito anunciou uma homenagem da Prefeitura de Corumbá.

 

“No dia que marca um ano de morte do padre Ernesto Sassida, eu digo que até o final do mês de abril, nós vamos entregar funcionando a Unidade Básica de Saúde do bairro Dom Bosco, em um prédio novo, moderno, totalmente mobiliado, equipado e climatizado”, anunciou o prefeito. “Além disso, a prefeitura já disponibilizou à Cidade Dom Bosco, um total de R$ 164 mil para a reforma completa do Centro de Qualificação Profissional, com recursos próprios”, destacou.

 

O prefeito ainda anunciou a reforma do Ginásio Dom Bosco. Segundo ele, a atual estrutura não está à altura da comunidade, muito menos da memória do saudoso padre Ernesto. “Nós vamos buscar parcerias com empresas e demais instituições para recuperar esse espaço, beneficiando toda a comunidade”, finalizou Paulo Duarte.

 

A missa contou com as participações de alunos e ex-alunos e funcionários da Cidade Dom Bosco; padres da Missão Salesiana de Mato Grosso; autoridades locais, e amigos do padre Ernesto.

 

O ato foi prestigiado por um grande número de autoridades, como a primeira-dama e presidente da Fundação do Desenvolvimento e Patrimônio Histórico de Corumbá, Maria Clara Scardini; a vice prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon; da secretária de Educação Roseane Limoeiro; secretária de Assistência Social e Cidadania, Andréa Ulle, juntamente com o sub secretário Nilo Correa, além de outras autoridades.

 

Histórico

 

Padre Ernesto Sassida nasceu na Eslovênia, no dia 15 de outubro de 1919. Ele chegou ao Brasil com 16 anos, em setembro de 1935. No país, continuou os estudos e foi ordenado sacerdote. Enviado para Corumbá, entrou em contato com as famílias pobres da região, conheceu de perto a realidade das localidades e percebeu que havia um enorme contraste entre ricos e pobres.

 

Tratou de oferecer opções aos perigos que enfraquecem especialmente às famílias mais carentes: a prostituição, o consumo e tráfico de drogas e outras situações que afrontam a dignidade da pessoa humana.

 

Em 1961 ele fundou a Cidade Dom Bosco, complexo missionário de atendimento à pobreza, por meio de escola, assistência social, reforço educacional, formação profissional, atendimento à saúde, ações de cidadania e abertura a Deus.

 

Animador do espírito que sempre renova a Cidade Dom Bosco, tem se dedicado também com carinho à organização e atuação dos ex-alunos.

 

Muitas iniciativas e projetos que têm ampliado o alcance da obra são levados adiante por amigos da obra e ex-alunos, tais como: Sino da Caridade, Centro Padre Ernesto de Promoção Humana e Ambiental (CENPER), Projeto Pequeno Herói e Pequeno Herói Pantaneiro, Clube de Amigos do Padre Ernesto.

 

Desta forma, o trabalho desse sacerdote salesiano continua até hoje promovendo o bem na sociedade, em especial entre as crianças, adolescentes e jovens mais pobres.