Corumbá inicia campanha de vacinação contra HPV na próxima semana

Corumbá inicia na próxima semana a campanha de vacinação contra HPV (Papiloma Vírus Humano) para meninas na faixa etária de 11 a 13 anos. A imunização está a cargo da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal e a meta é imunizar 3.207 crianças. A vacina vai estar disponível nas unidades de saúde e a ação é uma iniciativa do Ministério da Saúde do Governo Federal.

 

O coordenador de imunização da Secretaria de Saúde de Corumbá, Wangley Campos, informou que as doses estão chegando nesta sexta-feira à noite e na segunda serão enviadas para as unidades de saúde do Município. Wangley explica que o objetivo é vacinar 1.058 meninas com 11 anos; 1.077 com 12, e 1.072 com 13 anos.

 

A vacina é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para adolescentes do sexo feminino de 11 e 13 anos. Para as indígenas, a vacinação é a partir dos 09 anos até os 13, época mais favorável para a aplicação da dose, uma vez que as mesmas ainda não iniciarão a vida sexual, não foram expostas ao vírus.

 

“Se atingirmos 100% da aplicação de todas as doses recebidas teremos uma grande vitória, pois sabemos que, para a vacinação, necessitamos da autorização dos responsáveis e temos receio que algumas religiões não autorizem essa aplicação. Pensando nisso vamos nos reunir com os pais e com os líderes de algumas igrejas para explicar sobre a importância da aplicação da vacina”, disse o coordenador.

 

O HPV é a principal causa do câncer de útero e a imunização só estará completa depois de três doses. A segunda deverá ser tomada seis meses após a primeira e a terceira após cinco anos.

 

O HPV é um condiloma acuminado, conhecido também como verruga genital, crista de galo, figueira ou cavalo de crista; Trata-se de uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pelo Papilomavírus humano (HPV). Atualmente, existem mais de 100 tipos de HPV – alguns deles podendo causar câncer, principalmente no colo do útero e do ânus.

 

Entretanto, a infecção pelo HPV é muito comum e nem sempre resulta em câncer. O exame de prevenção do câncer ginecológico, o Papanicolau, pode detectar alterações precoces no colo do útero e deve ser feito rotineiramente por todas as mulheres.

 

A vacina estará disponível nas unidades de saúde Dom Bosco, localizada na Alameda das Laranjeiras, 170, Bairro Dom Bosco; Vitória Régia, na Alameda Antônia s/n, Cristo Redentor; Kadwéus, na Rua Cyríaco de Toledo s/n, Kadwéus; São Bartolomeu, na Rua Pernambuco s/n, João de Deus; Centro Saúde da Ladeira, na Ladeira Cunha e Cruz s/n, Centro; Fernando Moutinho, na Rua Rio Grande do Sul, s/n, no Cristo Redentor; Breno de Medeiros, na Rua Cyríaco de Toledo s/n, Bairro Popular Nova; no Ênio Cunha, na Alameda Tamengo, s/n, Cervejaria, e Popular Velha, na Rua Teodomiro Serra s/n – Bairro Popular Velha.