CCZ combate a raiva e a leishmaniose com captura de animais de rua

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) iniciou esta semana, mais uma ação de combate à raiva animal e à leishmaniose por meio da captura de cães e gatos não domiciliados. O trabalho está sendo desenvolvido em todo o município e se deve principalmente ao caso de raiva positiva ocorrido na Bolívia este ano. Além disso, o número de animais soltos pelas ruas da cidade é considerado muito alto.

 

“Estamos realizando este trabalho de captura durante a noite, principalmente pelo fato de que neste período, encontramos realmente animais não domiciliados”, explicou a chefe do CCZ, veterinária Walkíria Arruda.

 

Ela adianta que todos os animais capturados, cães e gatos, ficarão por um período de três dias na sede do Centro de Controle de Zoonoses, aguardando o proprietário para a retirada dos mesmos. Para liberar, o dono terá que apresentar documentos pessoais, comprovante de residência, apresentar carteira de vacinação do mesmo (para saber se a vacina contra a raiva está em dia), preencher um documento de responsabilidade sobre o animal, além de levar coleira e guia.

 

O trabalho será feito em todo o Município, inclusive no Distrito de Albuquerque, programado para esta quinta-feira.