Cristo será o próximo bairro atendido pelo mutirão de combate à dengue

A Prefeitura de Corumbá mantém de forma intensa o mutirão de combate à dengue na área urbana da cidade, com eliminação de focos em potencial para proliferação do mosquito Aedes aegypti. Nessa quarta-feira, 05, os trabalhos estão sendo desenvolvidos no Bairro da Popular Velha e a partir de amanhã, quinta-feira, 06, vai para o Cristo Redentor.

 

A ação foi uma estratégia adotada pelo Município para reduzir os índices de infestação do mosquito no interior dos imóveis habitados da cidade. Levantamento do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) dá conta que, a maior incidência de infestação está justamente no interior das residências, o que deixou o setor de saúde pública preocupado.

 

Dessa forma, o mutirão iniciado em janeiro, vai ser desenvolvido até o início de março em todos os bairros da cidade. Hoje, a ação está concentrada na Popular Velha. No Cristo Redentor a equipe da Prefeitura e parceiros como a Marinha do Brasil e a Unipav, empresa responsável pela coleta de lixo e varrição, vão trabalhar na quinta, sexta e na próxima segunda-feira, 10 de fevereiro.

 

A iniciativa visa eliminar do interior dos imóveis existentes na cidade, pequenos depósitos móveis, vasos e pratos de plantas, frascos com plantas, bebedouros de animais, etc.; pneus e outros materiais rodantes, bem como lixo diverso, como recipientes plásticos, latas, sucatas e entulhos. Tudo isso é apropriado para proliferação do mosquito da dengue.

 

O material deve ser retirado de dentro dos imóveis pelos próprios moradores e depositado nas calçadas para a coleta que será feita por caminhões disponibilizados pela Prefeitura e pela Marinha. O CCZ reforça que, após a realização desse trabalho, o setor de Vigilância Sanitária fará vistorias aos imóveis que deverão se manter livres dos focos. Caso sejam encontrados materiais que acumulem água, o proprietário será penalizado com base na lei municipal contra a dengue, que prevê inclusive multas.

 

Outra informação do CCZ é que material de origem vegetal, como restos de podas de árvores, não devem ser colocados na calçada durante esta ação. Já que há um programa específico para este fim que é a coleta de galhos, realizada na área urbana da cidade.

 

O mutirão foi iniciado pelo Guarani e já passou pela Nova Corumbá, Generoso, Centro América e centro da cidade. Hoje está na Popular Velha. Após o Cristo, as equipes vão concentrar os trabalhos na Popular Nova, dia 11; Dom Bosco, 12 e 13; Universitário, 14 e 17; Aeroporto, 18, 19 e 20; Arthur Marinho, 21; Nossa Senhora de Fátima, 24; Maria Leite, 25 e 26; Cervejaria, 27; Beira Rio; 03 de março; Industrial, 04; Previsul, 05, e Jardim dos Estados, no dia 06 de março.