Corumbá é a primeira cidade do interior com unidade do Juizado do Trânsito

Corumbá é a primeira cidade do interior do Estado de Mato Grosso do Sul a ser contemplada com um Juizado do Trânsito. A bordo de uma unidade móvel, um conciliador fará, no local do acidente, o levantamento necessário para a elucidação e solução do conflito, em âmbito cível. A solenidade de entrega do veículo, que beneficiará também a cidade de Ladário, foi realizada na manhã dessa quinta-feira, 27, no Fórum da Comarca de Corumbá, reunindo autoridades civis, militares e do poder legislativo.

 

Presente à solenidade, o Desembargador Marco André Nogueira Hanson, presidente do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais, falou sobre a promessa que havia feito ao prefeito Paulo Duarte, no momento de sua posse, em 1 de janeiro de 2013. “Eu prometi que faria força para não só trazer para essa cidade, mas presenteá-la, depois da capital, como a primeira cidade do interior a receber esse serviço prestado pelo judiciário, através dos juizados cíveis e criminais do Estado, cujo conselho eu presido”, lembrou o desembargador.

 

Hanson ainda destacou que a entrega da unidade móvel propicia a presença do judiciário cada vez mais próximo da sociedade. “É uma maneira de estender a nossa jurisdição, a prestação do serviço judicial, que nada mais é que a resolução de conflitos, e para que a população seja, nessa situação, pacificada. Aqui, primeiramente, nós temos a necessidade de implementar conciliações. E o Juizado do Trânsito, através do seu conciliador, no momento em que as partes estiverem ansiosas e nervosas, resolverá o conflito imediatamente”, destacou André Nogueira Hanson, ao afirmar que há índices de quase 100% de conciliação na capital, Campo Grande. “É um serviço prestado e que nós temos que retirar da sociedade, que o litígio sempre traz prejuízo a todos”, completou.

 

O juiz Vinicius Pedroza Santos, diretor do Fórum da Comarca de Corumbá, falou sobre a honra de ver Corumbá assumir um lugar de destaque. “A cidade merece esse tratamento ao se tornar comarca piloto para implantação desse serviço”, declarou.  De acordo com ele, uma central telefônica, que irá operar em todo o Estado pelo número 159, irá beneficiar os envolvidos em acidentes de trânsito. “Ao receber um chamado, da capital ou interior, a central identificará a unidade móvel mais próxima do acidente para atendimento. É uma maneira de garantir mais agilidade no atendimento das solicitações”, observou.

 

Durante a cerimônia, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, enfatizou a importância do fortalecimento das instituições. “Eu sempre digo que só teremos uma democracia forte e vigorosa no nosso País, quando trabalhamos em parceria”, declarou o chefe do Executivo corumbaense, destacando que o Judiciário, um dos três poderes legalmente constituídos no Estado Moderno, tem se fortalecido cada vez mais na cidade de Corumbá.

 

“O Judiciário só vai ser forte se ele tiver condições e estruturas adequadas”, lembrou Duarte ao mencionar que no ano de 2008, quando ainda era deputado estadual, foi o autor do projeto na Assembleia Legislativa que autorizou a liberação de verbas para a construção do novo e moderno prédio do Fórum da Comarca de Corumbá.

 

Encerrando à cerimônia de entrega da Unidade Móvel do Juizado de Trânsito, o Desembargador Joenildo de Sousa Chaves, presidente do TJMS, falou com carinho de Corumbá. “Cada vez que retorno à cidade, é uma mistura de alegria e emoção, pois aqui permaneci longos e felizes anos da minha vida”, lembrou o Desembargador, destacando que a cidade leva o judiciário, estatisticamente, a obedecer essa prioridade.

 

“Já a partir de amanhã, essa Van circulará pelas ruas de Corumbá e Ladário e poderá ser solicitada e para atender prontamente, in loco, toda e qualquer ocorrência de trânsito”, reforçou completando que pretende voltar e entregar mais serviços para as populações de Corumbá e Ladário.

 

Participaram da cerimônia, a diretora presidente da Agetrat, Silvana Rico/ a secretária de Assistência Social e Cidadania, Andréa Ulle, juntamente com subsecretário, Nilo Correa; o secretário de Indústria e Comércio, Pedro Paulo Marinho de Barros; a vereadora Cristina Lanza, além de outras autoridades.