Com músicos locais, samba do Carnaval reforça “jeito corumbaense” de festejar

O Carnaval de Corumbá tem um novo samba-tema que marca o jeito singular do nosso povo em fazer folia. Com destaque para os personagens do Carnaval Cultural, a letra é assinada pelos compositores Pedro Jorge de Castro, o “Pedrão” e Antônio Carlos Braga, o “Braguinha”. Este último também interpreta a canção que, entre seus versos, afirma que o “melhor do carnaval é Corumbá”.

 

O samba  foi gravado no estúdio da escola de artes Moinho Cultural Sul-Americano e contou com profissionais da cidade, desde a fase de produção. A parte de percussão foi comandada por Diego Rojas, conhecido no meio carnavalesco, como “mestre Diego”. Nos metais, a gravação contou com a participação de músicos da Banda Municipal de Música Manoel Florêncio.

 

“Tínhamos uma cobrança dos músicos locais sobre a gravação ser feita aqui mesmo na cidade e por isso começamos com o samba oficial do nosso carnaval. Ressaltamos que queríamos um samba com elementos que a gente ouve o povo falar ao comentar a participação na festa como ‘hoje eu vou me acabar’, além de ter referência ao carnaval cultural com nossos cordões, os palhaços e demais personagens”, explicou a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon.

 

A primeira versão do samba já começou a ser divulgada nos eventos oficiais pré-carnavalescos da cidade a exemplo do que aconteceu neste domingo, 02 de fevereiro, durante o “Esquenta Corumbá”, quando se apresentaram, no Porto Geral de Corumbá, as escolas de samba Acadêmicos do Pantanal e Estação Primeira do Pantanal.

 

Veja a ficha técnica da gravação:

Composição: Pedro Jorge Castro, “Pedrão” e Antônio Carlos Braga, “Braguinha”

Intérprete: Antônio Carlos Braga, “Braguinha”

Produção: Sérginho Araújo

Coordenação de percussão: Diego Rojas, “mestre Diego”

Cavaquinho: Gersinho e Alexandre dos Passos Miranda, o “Xandão do Cavaco”

Violão: Deivdson Pinho e Clévinho Oliveira

Surdo 1ª, surdo 2ª, tamborim e chocalho: Diego Rojas, “mestre Diego”

Surdo 3ª: Leandro Afonso

Caixas: Marcelo Júnior e Claudinei

Repinique: Marcelo Júnior

Trompetes: Cléber de Carvalho Jares e Carmo Kléber Dalence

Saxofone: Enéas Oliva de Paulas

Trombone: Rafael Vilalva Jesus

Sax tenor: Wagner Tolone

 

Ouça o samba, clicando no link e acompanhe com a letra a seguir:


Carnaval Cultural de Corumbá

(Composição: Pedro Jorge Castro, “Pedrão” e Antônio Carlos Braga, “Braguinha”)

Amor, eu quero sorrir

Amor, eu quero cantar

Hoje eu vou me acabar        (bis)

O paraíso aqui

Não quero outro lugar

Melhor do carnaval é Corumbá

 

Mostra sua força e tradição

Do carnaval

Eu quero ficar aqui,

Mas também quero estar lá

É nesses blocos que eu vou me encontrar

Desfilar na avenida

Na escola do meu coração

Sentir a força do povo

Vibrando de tanta emoção

 

Tantos risos, oh

Quanta alegria                                        (bis)

Desfile de palhaços, cordões e colombinas