Primeira etapa do recapeamento na área central entra na fase final

A Prefeitura entrou na etapa final das obras de recapeamento das principais vias urbanas localizadas na área central da cidade que integram a primeira etapa de um projeto idealizado pelo prefeito Paulo Duarte, para melhorar as condições de trafegabilidade e aumentar a vida útil do pavimento. Depois de executar serviços na região leste do centro, os serviços estão concentrados na parte oeste, nas ruas Firmo de Matos e Colombo.

 

“Devemos estar com esta primeira etapa concluída brevemente, para iniciar a segunda etapa ainda neste primeiro semestre de 2014. São mais de 30 quadras que estão recebendo um novo pavimento asfáltico e faremos o mesmo em outras 30 quadras, na segunda etapa”, afirmou Paulo Duarte, após acompanhar os serviços na Firmo de Matos.

 

O Chefe do Executivo corumbaense, que estava junto com o secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos, Luiz Mário Romão, lembrou que estas duas primeiras etapas foram projetadas para atender vias que “se encontravam em condições precárias de tráfego, o que não seria resolvido com uma operação tapa buraco”.

 

Hoje, estão recebendo um novo pavimento, Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), mais de 30 quadras na área urbana. Os serviços foram iniciados na Avenida Rio Branco, saída para Ladário, contemplando também a América. Passou pela Colombo e Antônio Maria, na região leste da cidade. Agora, as equipes estão trabalhando na Firmo de Matos e Colombo, região oeste, para depois aten der outras vidas importantes.

 

“Não são somente as vias centrais que serão atendidas. Vamos também realizar o mesmo serviço na parte alta da cidade, nos bairros. Um exemplo disso é o caso da Cyríaco de Toledo, principal via de acesso aos bairros da região sul, e que corta a Nova Corumbá. Ela foi incluída nesta primeira etapa e somente não iniciamos a implantação do pavimento devido à existência ainda de irregularidades, com moradores ainda jogando água servida direto na rua”, destacou o prefeito.

 

O Chefe do Executivo corumbaense reforçou a necessidade das pessoas residentes ao longo da Cyríaco de Toledo, eliminar estas ligações irregulares, interligando direto à rede de esgoto, que já atende a região. Ele aguarda somente o fim desse problema para autorizar o início das obras de recapeamento. “Água servida contem produto químico, prejudicial ao asfalto. De nada adianta asfaltar sem que este problema seja resolvido”, ressaltou.

 

Em relação à segunda etapa, o prefeito confirmou seu início para este segundo semestre. Lembrou que o projeto está sendo executado com recursos próprios e que a prioridade é atender vias em condições precárias de tráfego. “Nesta segunda etapa, uma das vias que será contemplada, é nossa prioridade, é a Porto Carrero”, anunciou.

 

PAC das Vias Urbanas

 

Paulo Duarte argumentou ainda que o seu projeto ligado ao setor de infraestrutura é mais amplo. “Hoje estamos recuperado estas ruas com recursos próprios. Mas, já formos contemplados em Brasília com o PAC das Vias Urbanas e a proposta é atender também ruas que não contam com pavimento e até mesmo aquelas lajotadas”, explicou.

 

O prefeito explicou que o seu projeto prevê substituição das lajotas por asfalto e uma das suas prioridades é a Rua Dom Aquino, uma das vias da cidade com grande fluxo de veículos e uma das mais importantes da área central. “A substituição das lajotas por asfalto será gradativa e juma das nossas prioridades é a Dom Aquino”, reforçou.

 

Aprovação total

 

Motoristas que trafegam pelas ruas da cidade já sentiram a diferença com o novo pavimento implantado em ruas com a Rio Branco, América, Antônio Maria Coelho, Colombo, e outras. E não são somente eles que aprovam os serviços. Moradores das ruas centrais também estão satisfeitos.

 

“Só tapar o buraco não estava resolvendo. Vinha chuva e as ruas ficavam esburacadas de novo. Agora não. Este é um serviço bem feito. É a primeira vez que vejo um trabalho como este”, comentou Suelino Rodrigues Gomes, 69 anos, morador na Rua Firmo de Matos.

 

Da janela de sua casa, ele observava o maquinário implantando a camada asfáltica e elogiou. “Só esta primeira camada que eles passaram ontem (terça-feira) já estava bom demais”, ressaltou, se referindo ao serviço de reperfilagem. “Agora estão passando esta segunda camada. É a primeira vez que vejo um serviço tão bem feito como este”, acrescentou Suelino, antigo morador no local.

 

Jânio Rodrigues Duarte, 52 anos, funcionário de um escritório também na Firmo de Matos, onde acontecia a conclusão do recapeamento na manhã desta quarta-feira, 15, também elogiou o projeto que está atendendo as principais vias urbanas da cidade. “Era muito buraco e somente tapar não estava resolvendo mais. Enquanto não fizesse dessa forma, o nosso problema continuaria. Vai ficar mais confortável para dirigir”, destacou.

 

Com 28 anos morando na Firmo de Matos, o empresário Jorge Mali, 70 anos, comemorou a benfeitoria. Segundo ele, a rua em que reside estava com muitos problemas (buracos). Anteriormente, as alternativas eram as operações tapa buracos. “Mas, vinha a chuva e os buracos voltavam. Agora vai melhorar. Que eu me lembre, esta é a primeira vez que fazem um serviço como este aqui. Resolve o problema dos buracos que é um desconforto para todos”, destacou.