Prefeitura inicia programa para atendimento médico a moradores de rua

A Prefeitura de Corumbá inicia na noite desta quarta-feira, 08, o Consultório na Rua que vai permitir levar atendimento médico e social àquelas pessoas em situação de rua. Lançado no final de 2014 pelo prefeito Paulo Duarte, o programa começa pelo centro da cidade e será estendido aos bairros, por meio de uma equipe itinerante.

 

O programa Consultório de Rua é uma ação desenvolvida pela Secretaria de Saúde em parceria com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania. A proposta é ampliar o acesso da população de rua e ofertar, de maneira mais oportuna, atenção integral à saúde, por meio das equipes e serviços da atenção básica.

 

O início do programa foi debatido na tarde de ontem na Secretaria de Assistência Social e Cidadania. “A interação e o trabalho intersetorial são imprescindíveis, já que as duas secretarias tem por objetivo, promover a qualidade de vida às pessoas em situação de rua”, explicou a secretária Andréa Ulle. Conforme ela, o objetivo é dar continuidade à premissa de um trabalho conjunto que evite a sobreposição de ações e maximize a produtividade, conforme orientação do Prefeito Paulo Duarte.

 

Em Corumbá, sob a responsabilidade da Secretaria de Saúde, foi implantada a modalidade III de Consultório na Rua, que contará com um profissional médico, do programa Mais Médicos; uma psicóloga; uma enfermeira; uma assistente social; uma técnica de enfermagem, e duas agentes sociais.

 

Essa equipe vai realizar as atividades de forma itinerante, atendendo as pessoas em situação de rua, com os devidos encaminhamentos às Unidades de Saúde do Município. A equipe tem como unidade de referência o Ênio Cunha, localizado no bairro da Cervejaria.

 

O horário de funcionamento será planejado de forma estratégica, conciliando às ações já desenvolvidas pelas equipes de abordagem social do CREAS, podendo ocorrer em período diurno ou mesmo noturno, todos os dias, inclusive aos finais de semana.

 

O início das ações foram definidas nessa reunião de terça-feira que contou com as presenças da secretária Andréa Ulle; da gerente de Proteção Social Especial, Renata Papa; da coordenadora do Centro Pop, Marilza Pinheiro; da psicóloga da Casa de Passagem, Márcia Aguilar; da assistente social Benedita Arruda; da psicóloga Luciana Xavier, responsável pelo setor de recursos humanos, além da assessora Célia Flores, representando a secretária de Saúde Dinaci Ranzi; da coordenadora da Atenção Básica em Saúde, Silvia Vieira, e da Coordenadora de Saúde Mental, Silvia Segóvia.