Prefeitura faz plantão no sábado para Adesão ao Refis; prazo termina segunda

Contribuinte em débito com o Fisco Municipal poderá procurar o Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC) neste sábado, 11, para fazer adesão ao Programa Cidadão de Recuperação de Créditos Fiscais (Refis). O plantão vai funcionar no período das 08 às 12 horas. O CAC fica localizado na Rua Frei Mariano, 650.

 

O prazo para adesão ao Refis vai até segunda-feira, 13 de janeiro. Para agilizar o atendimento ao contribuinte, a Prefeitura montou também um posto de atendimento no Paço Municipal que funciona nesta sexta até às 16 horas. Na segunda, o horário de atendimento, assim como no Centro de Atendimento ao Contribuinte, será das 08 às 16 horas.

 

Os descontos para quem aderir ao Refis chegam a 100% dos juros e multas de mora. O benefício foi concedido pela Prefeitura, por meio da Lei Complementar número 164, criada pelo prefeito Paulo Duarte no final de 2013 e aprovada pela Câmara de Vereadores. A medida permite ao contribuinte com pendências junto ao Fisco regularizar sua situação com descontos de multas e juros de mora.

 

O Refis será a última oportunidade para aquelas pessoas que estão com pendências junto ao Fisco Municipal regularizar suas situações. Na época do lançamento, o prefeito Paulo Duarte foi taxativo ao afirmar que se trata do “primeiro e único Refis da nossa gestão”. Os valores arrecadados com o Programa Cidadão de Recuperação de Créditos Fiscais serão revertidos em melhorias para os próprios munícipes.

 

“Vamos devolver esse imposto para a comunidade, prestando contas à Câmara e à sociedade. Temos muitos projetos para a cidade e vários com recursos próprios do Município”, afirmou Paulo Duarte na ocasião, garantindo um controle ainda mais rigoroso dos gastos públicos. “Nosso objetivo não é aumentar a arrecadação aplicando multas. Pelo contrário, vamos fazer o monitoramento desse recolhimento, orientando o contribuinte”, finalizou.

 

Descontos

 

Para pagamento em parcela única (à vista) o desconto é de 100% dos tributos e, quando for o caso, com anistia da multa penal. Para pagamento em até três parcelas mensais, sem juros, a redução é de 85%. O pagamento em até seis parcelas mensais, com juros compensatórios de 0,5% ao mês, permite desconto de 70% do valor da multa de mora, 70% dos juros de mora e 70% de redução da multa penal se aplicável ao débito.

 

Para pagamento em até nove parcelas mensais, os juros compensatórios são de 0,6% ao mês, com redução de 60% no valor da multa, dos juros e da multa penal, se aplicável ao débito. Quem optar com o parcelamento em 12 vezes, o abatimento é de 50% dos encargos, com juros compensatórios de 0,8% ao mês.

 

Para pagamento em 16 parcelas mensais, com juros compensatórios de 1,0% ao mês, a redução é de 40% do valor da multa moratória, 40% do valor dos juros de mora e 40% de redução da multa penal, se aplicável ao débito. O contribuinte ainda pode parcelar o débito em até 24 vezes. Nesse caso os juros compensatórios são de 1,0% ao mês e a redução nas multas e juros de 30%.

 

Nenhuma parcela poderá ser inferior a R$ 80,00, para pessoa física, e de R$ 210,00 para pessoa jurídica. O pagamento da primeira parcela será exigido na data da efetivação do parcelamento.

 

O Refis permite a regularização de créditos do Município, decorrentes de débitos vencidos de contribuintes pessoas físicas e jurídicas, tributários e não tributários, constituídos ou não, inscritos ou não em dívida ativa, ajuizados ou não, parcelados ou não, com exigibilidade suspensa ou não, inclusive os decorrentes de falta de recolhimento de valores retidos, desde que seus fatos geradores tenham ocorrido até o dia 31 de dezembro de 2012.