Marcha Pantaneira pela Paz será no dia 30 de Janeiro, em Corumbá

Marcada para o dia 30 de janeiro, uma quinta-feira, a 2ª Marcha Pantaneira pela Paz e Não Violência. O evento será aberto às 07 horas com concentração no Ginásio Poliesportivo, na Rua Porto Carrero, e vai percorrer as principais ruas da cidade.

 

A Marcha é uma forma de conscientizar as pessoas sobre os problemas causados pelos altos índices de violência. “Temos que mostrar a nossa indignação, pois parece que as pessoas não estão sendo mais respeitadas. Precisamos mudar essa realidade”, afirma Lielza Victório Carrapateira Molina, terapeuta ocupacional, coordenadora de Vigilância Epidemiológica de DANT – Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde.

 

O projeto elaborado pela terapeuta prevê ainda uma palestra sobre a Rede de Atendimento as Pessoas em Situação de Violência e Acidentes, no dia 04 de fevereiro, a cargo da Secretaria de Educação, como forma de orientar os profissionais de educação na condução adequada dos casos de violência.

 

Já a Secretaria de Assistência Social vai promover rodas de conversa sobre prevenção à violência com as equipes dos CRAM, CRAS e CREAS, também como forma de orientar os profissionais da Assistência Social na condução intersetorial destes tipos de casos.

 

A marcha é uma realização em parceria da Prefeitura, por meio das Secretarias de Saúde, Educação, Assistência Social e Cidadania, Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Fundação de Cultura, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

 

A data

 

Desde o ano de 1948, por virtude do assassinato do líder pacifista Mahatma Gandhi, o mundo celebra o 30 de janeiro como o Dia Mundial da Não Violência, uma iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas) voltada à educação para a paz, solidariedade e o respeito pelos direitos humanos.

 

A “Não Violência” é exercida por meio de uma cultura de paz que implica o respeito ao próximo, a mediação de conflitos, a educação para as emoções que formam seres humanos mais preparados para enfrentar pacificamente as adversidades cotidianas.