Corumbá participa de exposição da ONU em Nova York, no mês de março

Corumbá vai participar da exposição “Mato Grosso do Sul visto pelo Mundo” em Nova York, realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU). A confirmação foi feita na tarde da quinta-feira, 09, por Vanuza Jardim, diretora da Griffos – Gestão Empresarial e Eventos, empresa parceira da ONU na produção do evento, durante um encontro com a diretora-presidente da Fundação de Cultura, vice-prefeita Márcia Rolon.

 

No encontro, Vanuza informou que Corumbá foi uma das seis cidades sul-mato-grossenses escolhidas para participar da exposição e a Casa Massa Barro foi um dos projetos selecionados pela ONU para este evento que acontece de 14 à 27 de março. O lançamento do evento acontece no dia 12 de março na sede da ONU.

 

A exposição “Mato Grosso do Sul visto pelo Mundo” em Nova York vai mostrar a cultura, o turismo e a economia do MS, por meio de uma mostra fotográfica, obras literárias de Manoel de Barros, produtos artesanais, além de apresentações artísticas, debates e rodada de negócios, com apresentação de produtos e serviços oferecidos pelas empresas sul-mato-grossenses ao mercado internacional.

 

“Corumbá foi uma das cidades escolhidas pelas suas belezas naturais. Nós estivemos na cidade colhendo materiais e entre eles o projeto do Massa Barro, para apresentarmos à ONU. Isso ocorreu em várias cidades e somente Corumbá, Dourados, Naviraí, Bonito, Aquidauana e Jardim foram selecionadas”, explicou Vanuza.

 

Para Márcia Rolon a notícia foi muito gratificante. “Saber que o nosso Massa Barro foi o primeiro projeto escolhido pela ONU é incrível, é sentir que nossa cultura, nosso Pantanal, é reconhecido internacionalmente. Agora temos que apresentar o que temos de mais bonito para eles, para que possamos conquistar mais turistas para conhecer o nosso Pantanal. E um dos focos que podemos usar é o turismo contemplativo”, disse.

 

Vanuza explicou que a empresa está encaminhando equipes para estas cidades para captação de imagens, com a finalidade de mostrar o que cada uma tem a oferecer. Será editado um vídeo de 15 minutos, além 15.000 exemplares de uma revista com 30 páginas, sobre o Mato Grosso do Sul e das seis cidades selecionadas.