Comerciantes apontam crescimento nas vendas de dezembro, mostra pesquisa

O mês de dezembro foi muito bom para os comerciantes de Corumbá. De acordo com a Pesquisa de Satisfação de Vendas no Final do Ano, realizada pela Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, 62% dos lojistas ouvidos pelo levantamento superaram os resultados obtidos no mesmo período de 2012. E para 32% dos entrevistados, o crescimento bateu a marca dos 20%.

 

A maioria dos empresários apontou a decoração das ruas como uma importante aliada. Para 66% o arranjo natalino da cidade foi ótimo ou bom. “Vale destacar que com o apoio da Associação Comercial e Empresarial, os empresários contribuíram para a decoração e afirmaram que o investimento foi muito positivo”, observa o relatório.

 

Mais um aspecto bem avaliado foi a limpeza na região no final de ano, onde 56% classificaram como boa e 19% como ótima. O item que teve menor nível de avaliação foi o banheiro público. Conforme as respostas, os empresários informaram que a população não teve conhecimento da existência dos banheiros na Praça da Independência.

 

Empregos

 

Quando perguntados sobre o número de empregados temporários que a empresa contratou para o período do final de ano, 36% informaram que não fizeram contratações. Todavia, 23% afirmaram que contrataram dois novos funcionários temporários e 15% contrataram um novo funcionário.

 

“O resultado deste movimento no mercado de trabalho foi mensurado em novembro, que de acordo com o Observatório de Mercado de Trabalho (SMIC), o setor de comércio no mês de novembro admitiu 150 trabalhadores, gerando 72 novos postos de trabalho no município”, ressalta o levantamento.

 

 

Estratégias de venda e forma de pagamento

 

A principal estratégia de venda adotada pelos comerciantes de Corumbá foi a renovação do estoque. O conceito foi adotado por 18% dos entrevistados. Outros 17% apostaram nos descontos e o mesmo percentual nas promoções para atrair a clientela. A facilitação do pagamento (16%), a decoração das vitrines (12%) e o crediário próprio (10%) foram outras estratégias apontadas na pesquisa.

 

Já a forma de pagamento mais utilizada foi o recebimento à vista (35%), seguido pela opção do parcelamento no cartão de crédito (31%) e por crediário/carne da loja (19%). O pagamento à vista com cartão (crédito ou débito) foi a opção usada por 15% dos consumidores. A utilização de cheque pré-datado, por sua vez, não chegou a 1%.

 

Pesquisa

 

A Secretaria Municipal de Indústria e Comércio ouviu 54 lojistas de forma aleatória, representando aproximadamente 30% dos estabelecimentos da área central comercial, compreendendo as ruas Frei Mariano, 13 de Junho, Delamare, Antonio Maria Coelho e XV de Novembro.

 

64% do total de empresários entrevistados são estabelecimentos de calçados, farmácias, relojoarias, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, acessórios, livrarias e papelarias, cosméticos, estúdios de fotos e utensílios domésticos. Lojas de bijuterias, hotéis, pousadas, lanchonetes, restaurantes e de vestiário também foram entrevistados.