BOM-Pantanal acompanha trabalhadores capacitados e empregados

A Prefeitura de Corumbá está dando suporte técnico àquelas pessoas que participaram de cursos profissionalizantes e que estão sendo encaminhadas ao mercado de trabalho da cidade, bem como às empresas que estão absorvendo estes trabalhadores. A ação faz parte de uma estratégia adotada pela Casa da Cidadania da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, por meio da Gerência de Trabalho e Qualificação Profissional.

 

A informação foi prestada nesta sexta-feira, 17, pelo subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, observando que o apoio técnico está sendo prestado pelo programa Banco de Oportunidades do Pantanal (BOM-Pantanal), implantado pelo Município em 2014 e que, este ano, já encaminhou 44 profissionais capacitados no Centro de Qualificação para o Trabalho Dom Bosco a empresas locais.

 

O BOM-Pantanal, segundo o gerente do Trabalho, Dilson Antônio Morais da Fonseca, além de servir como elo entre as pessoas qualificadas e as empresas, vai apoiar tecnicamente os novos funcionários e as empresas que se tornarem parceira do projeto.

 

“É preciso aumentar o número de pessoas qualificadas que conseguem entrar ou voltar ao mercado de trabalho. Além disso, é importante que tenham condições de se manter no mercado, melhorando cada vez os seus conhecimentos e qualificação”, explicou, observando que o trabalho terá apoio da equipe do Programa ACESSUAS/Trabalho, que ira monitorar os novos contratos e também oferecer as empresas parceiras, capacitação para os funcionários.

 

O Subsecretário Nilo Corrêa salienta que é de extrema importância a qualificação profissional. “Mas, é preciso aumentar cada vez mais o numero de pessoas entrando no mercado de trabalho. E, para que tenhamos sucesso, precisamos buscar as empresas parceiras, que vão poder contar um profissional qualificado que terá apoio técnico-psicológico do ASSESSUAS”.

 

Quem desejar se cadastrar no BOM-Pantanal, basta entrar no site oficial da Prefeitura (www.corumba.ms.gov.br), no link do Banco de Oportunidades, e preencher o currículo profissional que está disponível na página. “É importante a pessoa capacitada se cadastrar. Somente neste início de ano, encaminhamos mais de 90 pessoas que estavam cadastradas e que estão trabalhando nos mais diferentes setores. Além disso, já temos pessoas trabalhando também nos municípios vizinhos, até mesmo em Bodoquena”, observou Dilson.