Bandeira que acompanhou militares ao Haiti ganha espaço especial no Paço

A Bandeira de Corumbá que, durante seis meses tremulou em solo haitiano, está exposta ao público em um local estratégico, dentro do Paço Municipal, como parte de uma homenagem prestada pelo prefeito Paulo Duarte aos 55 militares que integraram a Missão de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti.

 

O grupo retornou a Corumbá em dezembro e foram recebidos pelo prefeito durante um ato no 17º Batalhão de Fronteira Antônio Maria Coelho (17º BFron). Estavam presentes também o prefeito de Ladário, José Antônio Assad e Faria, e o tenente-coronel João Roberto Andrade de Jesus Ferreira.

 

Os 55 militares engrossaram as fileiras do efetivo brasileiro no Haiti nos últimos seis meses de 2013, realizando patrulhamento urbano, segurança de autoridades, apreensão de drogas e armamentos, combate a gangues armadas, distribuição de medicamentos e alimentos e muitas outras ações estratégicas de primeira necessidade.

 

Eles deixaram Corumbá no final de maio de 2013 com a Bandeira de Corumbá, entregue à tropa pelo prefeito Paulo Duarte. O símbolo foi devolvido agora, em dezembro, pelo comandante do 17º BFron, tenente-coronel Ferreira, com as assinaturas de todos os 55 militares egressos do Haiti.

 

“Guardarei esse presente com muita honra e terá um espaço especial no meu gabinete”, disse o prefeito na época. Desde essa segunda-feira, 13, a Bandeira de Corumbá está exposta no hall de entrada do Gabinete do Prefeito, “uma homenagem aos 55 militares corumbaenses do Exército Brasileiro que honraram o nome do nosso País e da nossa cidade durante a Missão de Paz no Haití”.