Proposta do Comitê Permanente é institucionalizar trabalho pró-fronteira

O coordenador geral de Programas Macrorregionais do Ministério da Integração Social, Alexandre Peixoto, participou nessa quarta-feira, 11, da abertura do III Encontro Anual de Núcleos Estaduais de Fronteira e da VI Reunião Ordinária da Comissão Permanente para o Desenvolvimento e a Integração da Faixa de Fronteira (CDIF), realizado em Corumbá.

 

O representante do Ministério da Integração Nacional enfatizou a importância da agenda, que reúne representantes de toda a fronteira do País. “Depois de construir toda a institucionalidade federativa para fazer um diálogo de desenvolvimento da integração em nossa fronteira, nós chegamos no momento de ver onde isso vai dar, para onde estamos indo”, afirmou durante a abertura do evento.

 

Segundo Peixoto, o Comitê Permanente, formado em 2010, possuiu planos regionais produzidos por cada grupo de trabalho (são 11 ao todo) e que precisam ser integralizados com o planejamento e as ações dos governos estaduais e Federal. “A questão da fronteira no Brasil ainda é carregada por alguns nomes. Precisamos institucionalizar isso”, afirmou.

 

“Queremos aqui sair com um planejamento para esse ano de 2014 já pronto, para que cada vez mais sejam menos as pessoas e cada vez mais as instituições que assumam seu papel diante dessa questão. Essas é nossa proposta para esses dois dias de trabalho”, completou o representante do Ministério da Integração, agradecendo, em seguida, o apoio de todos os participantes.

 

“Só tenho agradecer a esse evento feito a tantas mãos, algumas equipes trabalhando a 2 mil quilômetros de distancia, pessoas que chegaram aqui depois de viajar quase 24 horas, enfrentando vôos cancelados, dificuldades climáticas, então desejo bom trabalho a todos e só tenho a ressaltar a participação e a presença de vocês”, concluiu.

 

O encontro continua na tarde de hoje na Unidade III do campus do Pantanal. Às 17 horas, será tratada a Cooperação Transfronteiriça, com representantes o Instituto de Cooperação para a Agricultura (IICA), do Instituto Latinoamericano e do Caribe de Planificação Econômica e Social (ILPES/CEPAL), do Sebrae/MS e da Universidade Federal de Mato Groso do Sul.

 

Na quinta-feira, dia 12, uma reunião de avaliação e planejamento começa às 9 horas. Durante toda a manhã será debatido o contexto institucional e agenda governamental; e o funcionamento da CDIF e dos Núcleos Estaduais (problemas, desafios e oportunidades). No período da tarde, às 14h, o painel 4 trata o Planejamento Estratégico da CDIF e Núcleos/CDIF. O evento termina às 17 horas, com a avaliação do encontro.