ProJovem Urbano forma primeira turma no Ângela Perez, em Corumbá

Tapete vermelho, roupa de festa, familiares e a presença do prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, fizeram da noite desta terça-feira, 17 de dezembro, um momento especial na vida de dezenas de jovens que integraram a primeira turma do Programa Projovem Urbano.

 

Com o sentimento de vitória e expectativas renovadas para um futuro melhor, 61 jovens, de 18 a 20 anos de idade, receberam o certificado de conclusão do curso que começou em junho de 2012 na escola municipal Ângela Maria Perez, no bairro Jardim dos Estados, parte alta da cidade.

 

O Projovem Urbano é desenvolvido em Corumbá através da parceria entre Governo Federal e Prefeitura Municipal, e tem como objetivo oferecer a conclusão do ensino fundamental, aliada ao treinamento técnico.

 

Nesta primeira turma, foram formados inspetores de alunos, contadores de histórias, recreadores, entre outras, funções da dinâmica escolar. De acordo com a coordenadora geral do Projovem em Corumbá, Conceição Aparecida Costa, a formatura abre uma nova perspectiva para os participantes.

 

“Para esses alunos é uma grande conquista, pois além da conclusão do Ensino Fundamental, estão saindo como uma formação para o mercado de trabalho. Eles atuaram como estagiários e já vislumbraram essa nova oportunidade”, e completou ao avaliar essa mudança de postura diante da vida trazida pela Educação.

 

“Quando eles chegam aqui tem muitas expectativas, trabalham, mas ao longo do projeto mostram mais interesses e vão mostrando que, hoje, possuem uma expectativa maior em relação à atuação profissional, mostram encarar a vida de forma diferente de quando entraram no curso”, afirma.

 

O aluno Robson Soares da Cruz foi o orador da turma e pontuou em breves palavras o agradecimento a todos os integrantes da comunidade escolar, bem como o empenho daqueles que, como ele, puderam comemorar a mais recente conquista. “Vocês provaram que foi possível, dando orgulho a pais, filhos, esposos. Que eles possam se espelhar em vocês a assim construirmos um Brasil melhor pela Educação”, declarou.

 

Em sua fala, o prefeito Paulo Duarte fez questão de relatar sua própria história de conquista para servir como um testemunho de incentivo para os recém-formados do Programa ProJovem Urbano. “Eu sou filho de família de origem humilde, não sou político profissional, trabalho desde os 16 anos de idade. Só pude concluir minha faculdade porque eu trabalhava de manhã à tarde. Meus pais não tinham condições de me sustentar”, contou.

 

Paulo Duarte reforçou o empenho das dezenas de alunos que superaram as dificuldades ao longo do um ano e meio de curso e ainda estimulou os formandos a seguir em frente nos estudos. “Vocês foram guerreiros, guerreiras e concluíram uma etapa importante, ainda mais hoje quando precisamos muito mais nos preparar, nos qualificar. A gente sabe da importância que tem o emprego não somente na renda das famílias, mas na autoestima das pessoas. As dificuldades existem para todo mundo, mas é importante que cada um cresça, busque seus objetivos, os seus sonhos. A oportunidade, estamos trabalhando, para que ela seja dada a todo mundo, independente de onde moram, da origem social”, disse.

 

O chefe do executivo participou da entrega de certificados e conheceu a história de Ricardo Parada Justiniano, um jovem boliviano de 28 anos que mora em Corumbá desde pequeno. Surdo desde os dois anos de idade, ele não permitiu que a dificuldade para se comunicar o impedisse de estudar. No entanto, após ser abandonado pela esposa, se viu forçado a sair da escola para cuidar sozinho dos dois filhos pequenos (2 e 8 anos). Deprimido, chegou a pensar em tirar a própria vida, mas o amor aos guris e a vontade de vencer falou mais alto. O próximo desafio de Ricardo é graduar-se em Educação Física.

 

Atualmente, a segunda turma do Projovem Urbano, com 200 alunos, está tendo aulas na escola municipal Cyríaco Feliz de Toledo, onde também está funcionando a coordenação geral do Programa.