Prefeitura inicia cadastro de carroceiros para fortalecer este segmento

A Prefeitura de Corumbá iniciou entendimentos com o segmento dos carroceiros da cidade como forma de fortalecer os profissionais que desenvolvem os mais diferentes tipos de transportes, bem como formalizar uma parceria com os mesmos principalmente em relação à destinação correta de entulho, restos de podas domésticas e outros tipos de serviços que eles prestam à população.

 

A iniciativa partiu da Secretaria de Assistência Social e Cidadania e o primeiro passo foi dado na semana passada, durante uma reunião com um grupo de vinte profissionais no Centro de Referência de Assistência Social do Bairro Centro América, o CRAS 1, com o objetivo de debater melhorias para esta categoria e para toda a comunidade.

 

A reunião teve como objetivo localizar e cadastrar os carroceiros da cidade que prestam diversos serviços pra população. “Vimos a necessidade de discutir com esse segmento importante da comunidade, verificar a situação de vulnerabilidade dessas famílias e colocar os serviços dos CRAS do município como referência para que eles possam se reunir e, quando for o caso, inseri-los nos programas sociais ofertados”, revelou o subsecretário de Assistência Social, Nilo Corrêa.

 

Segundo Corrêa, o primeiro passo será desenvolvido pelas assistentes sociais dos CRAS que farão visitas domiciliares aos carroceiros cadastrados, para verificar in-loco a situação de cada um deles.

 

Parceiros

 

Além de inseri-los socialmente, a Prefeitura pretende tornar estas pessoas, agentes multiplicadores da limpeza da cidade, considerando que muitos fazem fretes de materiais (Lixo, entulho, restos de poda, entre outros) e acabam depositando em locais indevidos, como terrenos baldios e outros.

 

A ideia é fazer com que eles sigam a forma correta, transportando este tipo de material direto para o aterro sanitário da cidade, localizado na entrada do assentamento Taquaral, após a região da Nova Corumbá. Assim, seria evitado o descarte em terrenos baldios, como acontece com frequência na área urbana.

 

“Queremos ainda realizar com esse segmento, um momento de palestras com a Fundação do Meio Ambiente e levar informações importantes com relação a contribuição dele para a manutenção da limpeza da nossa cidade”, disse Nilo.

 

Outra proposta é realizar encontros com profissionais da Secretaria de Saúde, para repassar informações importantes sobre os riscos que este tipo de descarte irregular pode causar à população. “Estamos nos aproximando do verão, período de maior incidência de dengue. Por isso precisamos estabelecer critérios e os locais certos para descarte de entulhos e outros materiais carregados pelos carroceiros”, completou Nilo Corrêa.

 

A proposta da Secretaria de Assistência Social e Cidadania é dar continuidade a este trabalho, reunindo o maior número possível de carroceiros que fazem este tipo de trabalho na cidade. Para tanto, foi solicitado aos mesmos para que façam contatos com os companheiros para que participem das próximas reuniões e se integrem a este programa que, além de valorizá-los, vai contribuir para a limpeza da cidade, evitando danos ao meio ambiente e à saúde pública.