Delegadas que combatem exploração sexual são homenageadas pela Prefeitura

As delegadas Priscilla Anuda Quarti Vieira, titular da Delegacia de Atendimento a Infância, Juventude e Idoso (DAIJI), e Joilce Silveira Ramos, da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM), foram homenageadas nessa quinta-feira (19) pela Prefeitura de Corumbá.

 

O trabalho realizado pelas duas no combate ao tráfico e exploração sexual, inclusive de crianças e adolescentes, foi destacado pelo prefeito Paulo Duarte. “São mulheres corajosas e que fazem muito mais que o papel delas. Elas enfrentaram situações que muita gente não teve coragem de encarar”, afirmou.

 

O prefeito ainda garantiu que a ação da Polícia Civil, que resultou no fechamento de bares e boates onde o crime ocorria, terá total apoio do Poder Público Municipal. “A Prefeitura não vai liberar alvará de funcionamento para locais que lucram com a exploração mulheres. E se esses comerciantes insistirem nisso, terão que ir à Justiça”, reforçou.

 

“Enquanto eu for prefeito de Corumbá não vou deixar que esse belíssimo trabalho feito pelas duas se perca”, completou, parabenizando também toda a rede de atendimento e combate à exploração sexual existente no Município. “Agradeço o trabalho que todos vocês fazem aqui, muitas vezes de forma anônima e desprovido de vaidades”, completou.

 

A homenagem aconteceu durante o Curso de Formação de Socioeducadores de Corumbá, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). O evento, iniciado na quinta-feira, foi concluído com a palestra do defensor público Carlos Eduardo Oliveira de Souza.

 

Parceria

 

Titular da Delegacia da Mulher há quase dois anos, a delegada Joilce Ramos agradeceu a homenagem e o apoio disponibilizado pela Prefeitura na atuação da Polícia Civil no município. “Realizamos um trabalho preventivo muito forte em todas as regiões da cidade, inclusive na ribeirinha, graças à parceria com a Prefeitura”, afirmou.

 

E essa ação preventiva foi, segundo a delegada, um dos principais motivos para redução dos casos de violência contra a mulher. “Em 2012 registramos 1190 boletins de ocorrência na DAM. Esse ano vamos fechar em 700. Isso graças ao trabalho preventivo e a atuação eficaz do Poder Judiciário”, observou.

 

Residente em Corumbá há quase oito anos, Priscilla Vieira ficou emocionada com a homenagem recebida da Prefeitura. “Não podemos nos acostumar com essa coisa cultural de não se importar quando o problema não é em nossa casa. Isso era uma realidade aqui, mas que está se modificando graças ao trabalho forte de conscientização”, destacou.

 

“Precisamos mostrar para as pessoas que vale a pena denunciar. E hoje, em Corumbá, a população tem denunciado esse tipo de crime contra mulheres, crianças e adolescentes”, completou, ressaltando ainda o trabalho integrado de toda a rede. “Temos órgãos comprometidos com essa causa e a Prefeitura dá sua contrapartida”, finalizou.