Corumbá capacita médicos e enfermeiros sobre manejo clínico da dengue

Marcada para a próxima segunda-feira, 16, a capacitação sobre manejo clínico da dengue de acordo com a nova classificação do Ministério da Saúde. O curso será ministrado pelo médico Rivaldo Venâncio da Cunha, professor do curso de medicina da UFMS e especialista da Fiocruz no Mato Grosso do Sul, e será direcionado a médicos e enfermeiros da Rede de Saúde de Corumbá, Ladário e das cidades vizinhas da Bolívia.

 

A capacitação está sendo realizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde. Será ministrada no Auditório do Paço Municipal, segundo piso, com abertura às 16h30.

 

Rivaldo Venâncio da Cunha possui graduação em Medicina pela Universidade de Caxias do Sul, RS (1982); mestrado em Medicina Tropical pela Fundação Oswaldo Cruz, RJ (1993); doutorado em Medicina Tropical pela Fundação Oswaldo Cruz, RJ (1997) e pós-doutorado em Medicina Tropical com ênfase no estudo das doenças causadas por vírus pela Fundação Oswaldo Cruz, RJ (2007).

 

Atualmente é professor Associado IV da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Atua nos cursos de graduação em medicina, mestrado e doutorado em Saúde e Desenvolvimento na Região Centro-Oeste, mestrado e doutorado em Doenças Infecciosas e Parasitárias e mestrado profissional em Saúde da Família, todos da UFMS. É docente colaborador do Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical do Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ, RJ e do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (doutorado) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

 

Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação (mestrado e doutorado) em Doenças Infecciosas e Parasitárias da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (09/2007 a 02/2010). É especialista concursado da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), Escritório Regional de Mato Grosso do Sul.

 

Até julho de 2011 foi membro do Comitê Técnico Assessor em Dengue e Dengue Hemorrágico e do Comitê Técnico Assessor em Febre Amarela, ambos do Ministério da Saúde.

 

Rivaldo é responsável técnico pelo Escritório da Fundação Oswaldo Cruz em Mato Grosso do Sul. Membro dos Grupos Assessores Técnicos para Dengue e para Chikungunya da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Presidente da Regional de Mato Grosso do Sul da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, desde março de 2011, tendo sido presidente do XLIX Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, realizado em Campo Grande (MS), em agosto de 2013.

 

Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Doenças Infecciosas e Parasitárias, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, doenças transmitidas por vetores, especialmente dengue, dengue hemorrágico e leishmanioses, bem como em doenças sexualmente transmissíveis.