Com recursos próprios, Prefeitura asfalta 58 quadras em Corumbá

Utilizando apenas recursos próprios, a Prefeitura de Corumbá vai asfaltar 58 quadras em Corumbá. Só na primeira etapa do serviço, iniciado no mês de novembro, são R$ 3 milhões investidos nas principais vias do Centro da cidade. Em algumas localidades, a mudança já pode ser observada e sentida pela população.

 

É o caso da rua América, entre a Albuquerque e a Melquíades de Jesus (antiga 1º de Abril); a Colombo, da Melquíades de Jesus até a Geraldino Martins de Barros (antiga Oriental); e da Antônio Maria Coelho, entre América e Cuiabá, onde o prefeito esteve nessa quarta-feira, 04, vistoriando o andamento das obras.

 

Acompanhado do secretário de municipal de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, Luiz Mário Preza Romão, o prefeito detalhou o trabalho de recapeamento realizado na cidade e anunciou a intenção de acrescentar mais uma via nessa primeira fase de recuperação da malha viária de Corumbá.

 

“Começamos com a América, passamos na Colombo, estamos aqui na Antonio Maria, depois vamos para a Firmo de Mattos e pedi para que o Luiz Mario e sua equipe irem na Marechal Deodoro, uma das principais artéria que liga a região norte com a sul da cidade, para ver a possibilidade de incluí-la nessa etapa. É uma rua importante que está muito castigada”, afirmou.

 

Finalizado o trabalho nas 58 quadras, a Prefeitura fará um levantamento detalhado das ruas onde o asfalto está muito degradado ou remendado. “Vamos, ao invés de tapar os buracos – que já não resolve nada – fazer o recapeamanento total desses locais”, continuou Paulo Duarte, lembrando que o trabalho será feito de forma gradativa em toda a cidade.

 

 “É bom lembrar que tudo que iniciamos aqui é com recursos próprios. Não tem um centavo que não seja da Prefeitura. E vamos continuar fazendo isso dentro de nossas possibilidades”, reforçou o chefe do Executivo municipal, explicando que a segunda etapa do recapeamento começa no início de 2014, assim que terminar o período de chuvas.

 

“Também estamos incluídos no PAC de Requalificação das Vias, que é recurso do Governo Federal. E as ruas lajotadas já estão contempladas nesse projeto, que seria uma terceira etapa de trabalho, mas ainda não sabemos o valor disponível”, complementou, citando como o exemplo a rua Dom Aquino, no Centro.

 

“A Dom Aquino tem um tráfego intenso e liga o Centro a bairros populosos, como o Dom Bosco, e com a Bolívia. É um lajotamento feito no século passado, com uma outra realidade de fluxo de veículos. Com a quantidade de carros que existem hoje em Corumbá, não dá para continuar dessa forma. Só não dar para fazer tudo isso de uma hora para outra na cidade”, disse Duarte.

 

“Não temos como fazer tudo de uma vez só toda a cidade. Temos que começar por algum lugar, mesmo sabendo que isso causa uma expectativa muito grande na população. Começamos por essas ruas e quero, ainda nessa etapa, incluir já um bairro e na terceira, pelo PAC, iniciar as ruas lajotadas”, finalizou o prefeito de Corumbá.