Alunos de Albuquerque concluem curso do Pronatec com visita técnica

Com uma visita técnica a um dos maiores hotéis de Corumbá, dezessete alunos concluíram nesta sexta-feira, 06 de dezembro, o curso de Recepcionista em Meio de Hospedagem, promovido pelo Pronatec Copa, programa do Ministério do Turismo, em parceria com o Senac e prefeituras municipais.

 

O curso, que teve carga horária de 160 horas, destinou 40 delas à prática com a qual homens e mulheres que já atuam no setor hoteleiro e de pousadas na região de Albuquerque, distrito distante cerca de 70 quilômetros da área urbana de Corumbá, puderam aprimorar suas práticas de recepção aos turistas.

 

A visita ao hotel da área urbana é importante, segundo a instrututora do curso, Jaqueline Varanis, pois mostra o contraponto entre os empreendimentos da cidade e os do espaço rural.

 

“Para que eles conheçam o universo urbano que diverge do meio rural onde não há a mesma infraestrutura como informatização, acessibilidade nos apartamentos. Na verdade, eles não possuem nem o receptivo, mas o diferencial é que eles são hospitaleiros”, disse ao se referir ao jeito particular do povo de Albuquerque.

 

Uma das alunas do curso é Márcia Regina Silvério Nogueira, que atua como cozinheira em uma pousada da região. Ela afirma que o curso trouxe-lhe mais confiança no trato com o visitante e que, além de aplicar os conhecimentos adquiridos, pretende repassá-los a demais pessoas.

 

“Eu aproveitei para aprender mais pois, nesse ramo, todo conhecimento é importante.A gente não tinha muita noção de recepcionar o turista. Hoje, tenho o prazer de conhecer e passar as informações para outras pessoas que não puderam frequentar o curso”, avaliou a cozinheira que, agora, passa a ter certificação para atuar como recepcionista.

 

Durante o curso, os alunos aprenderam sobre: Procedimentos de check in e check out;

Formas de recepcionar com qualidade; Noções básicas de check in e check out em língua estrangeira; Fundamentos de Turismo e hospedagem; Estruturação de tarifários de serviço e hospedagem e Estruturação de roteiro turístico e cultural.

 

No período que estiveram em curso, os participantes receberam uma bolsa que correspondeu a R$ 2 por hora-aula frequentada. Ao final das 160 horas, cada participante recebeu R$ 320.

 

Na avaliação da instrutora Jaqueline, que dividiu as aulas com o instrutor Antônio Ávila, o curso do Pronatec impulsionou os trabalhadores ao aprimoramento profissional.

 

“Muitos já trabalham no segmento e faltava justamente esse conhecimento teórico. O interesse deles em adquirir conhecimentos aumentou, eles querem mais cursos na área para ampliar o horizonte, principalmente os ligados ao setor da informatização”, contou.