Puerto Suárez, na Bolívia, comemora aniversário de 138 anos de fundação

Capital da Província de German Busch, a cidade de Puerto Suárez completa nesse domingo, 10, 138 anos de fundação. A data foi comemorada no último sábado, 09, com o tradicional desfile cívico-militar realizado na Praça 10 de Novembro, um dos mais belos ponto turísticos da cidade vizinha.

 

Entidades civis, militares, clubes de serviços e instituições de ensino homenagearam o município fundado em 1875 por Miguel Suárez Arana. Ao lado de alcaide Roberto Vaca Yorge, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, participou da celebração. As autoridades, aliás, são as primeiras a desfilarem durante a solenidade.

 

Os dois prefeitos foram homenageados pelos alunos do Colégio Domingos Sávio, de quem receberam guirlandas enfeitadas com flores e plantas tipicamente pantaneiras, um símbolo de honra para os cidadãos bolivianos. Depois do desfile, que durou cerca de duas horas e meia, um brinde no salão paroquial encerrou a comemoração.

 

“Corumbá e Puerto Suárez são cidades irmãs. No que depender de nós dois, esse espírito de amizade, cooperação e integração entre as duas cidades só vai se fortalecer cada vez mais”, afirmou o chefe do Executivo corumbaense.

 

“Aliás, foi com essa intenção que, ainda em março, no início do meu mandato, aqui estive com minha equipe para consolidar uma parceria que desde então vem rendendo bons frutos a ambas as cidades, com projetos e ações nas áreas de Saúde, Educação, Assistência Social, Cultura e Turismo”, complementou Duarte, que agradeceu o acolhimento recebido na festa.

 

Puerto Suárez

 

Puerto Suárez foi fundada em 10 de novembro de 1875, às margens da baía de Cáceres, por Miguel Suarez Arana. Ele está localizado a 590 quilômetros a leste da capital provincial, Santa Cruz, perto da fronteira com o Brasil. Atualmente tem cerca de 22 mil habitantes, dos quais uma grande percentagem está envolvida em atividades agrícolas e comércio de animais.

 

Puerto Suárez está ligado a San José de Chiquitos e Santa Cruz de la Sierra, para o oeste, e Brasil, ao leste rodoviário. Tem um aeroporto servido por várias companhias. No início do século XX foi a principal porta hidrográfica da Bolívia. A cidade está a poucos quilômetros da reserva de ferro no Mutún, uma das maiores do mundo e que tem gerado grandes expectativas para o crescimento na região do Pantanal boliviano.

 

Cidades irmãs

 

As ações desenvolvidas de forma integrada entre Corumbá e Puerto Suarez, na fronteira do Brasil com a Bolívia, estão cada vez mais intensas. Este ano, por exemplo, o Infosur Hoy, uma fonte abrangente de notícias e informações sobre, e para, a América Latina e o Caribe, destacou este perfeita harmonia entre os administradores das duas cidades.

 

Além das ações voltadas para a saúde, o trabalho tem também como foco questões relacionadas à segurança, indústria e comércio. Na reportagem a jornalista Nelza Oliveira destacou em manchete “Brasil e Bolívia: Fronteira em foco”, citando que “para combater o tráfico de drogas e fortalecer o comércio e a indústria, os países vizinhos fazem ações integradas”.

 

Destaca as cidades irmãs, Corumbá e Puerto Suarez; uma entrevista com o prefeito corumbaense Paulo Duarte que selou um acordo de cooperação com o prefeito de Puerto Suárez, Roberto Vaca Yorge, em março, semanas depois que a Bolívia devolveu ao Brasil 283 veículos e 97 motocicletas que haviam sido roubados de um lado da fronteira e apreendidos no outro.