No Guatozão, mais de 3 mil beneficiários comemoram 10 anos do Bolsa Família

Dez anos de sucesso e 36 milhões de vidas mudadas, que saíram da pobreza para uma vida digna: para celebrar o aniversário do Bolsa Família mais de 3 mil beneficiários do programa federal em Corumbá lotaram o Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer “Nação Guató”, nessa terça-feira, 26.

 

Oito novos beneficiárias receberam o cartão verde-amarelo, símbolo do Bolsa Família, das mãos do prefeito Paulo Duarte e secretários da administração municipal. Pessoas como a jovem Alexsandra Vasquez Gonçalves Dutra. “Espero que o Bolsa Família represente uma mudança na minha vida assim como foi na vida de tantos milhões de pessoas”, disse a jovem, de 25 anos, que tem um filho de 5.

 

Em sua fala, o prefeito destacou a coragem do ex-presidente Lula de ter lançado um programa de tamanha envergadura, considerado o maior sistema de transferência de renda do mundo. “Não basta ter boas intenções, tem que ter ousadia para bancar um programa desses e a presidenta Dilma (Rousseff) tem o mérito de fortalecer o Bolsa Família, com o Pronatec, Brasil Carinhoso e outros projetos que darão cada vez mais qualidade de vida à população mais carente”, disse.

 

O prefeito disse ainda que a administração também está fazendo sua parte para o sucesso do Bolsa Família em Corumbá. Hoje o município dispõe de uma cobertura cadastral que supera as estimativas oficiais. Atualmente são 6.484 famílias beneficiadas e 12.558 famílias inseridas no Cadastro Único, porta de entrada para os programas sociais do Governo Federal.

 

A taxa de acompanhamento das condicionalidades do Bolsa Família na Educação (frequência escolar) na Cidade Branca é de 97,21%, bem acima da média nacional, de 84,63%.

 

Na Saúde, o acompanhamento vacinal e nutricional de crianças de 0 a 7 anos, gestantes e nutrizes, pré-requisito do Bolsa Família, atinge o índice de 70,89%. Graças ao bom trabalho e aos indicadores satisfatórios, Corumbá obteve por parte do Governo recursos para a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e reforma de outras cinco, por meio de emendas parlamentares e demais verbas federais.

 

Os bons indicadores, segundo a secretária de Assistência Social e Cidadania, Andrea Ulle, são resultado de um trabalho integrado e de uma abordagem intersetorial do Bolsa Família na administração municipal, exigência do próprio prefeito Paulo Duarte.

 

“O diferencial de Corumbá é contar com representantes da Saúde e da Educação trabalhando integralmente na Assistência Social para acompanhar e lançar os dados e relatórios das suas respectivas áreas no sistema online do Bolsa Família e fazer o monitoramento periódico e a interface com as escolas, centros de educação infantil e postos de saúde. Isso é inovador e faz toda a diferença no resultado”, disse.

 

O prefeito ainda falou que o município tem cuidado daqueles que mais precisam, com a construção de novos postos de saúde, centros de educação infantil e praças esportivas na parte alta da cidade. “E são obras que não estão só no discurso, mas a pleno vapor e em execução, podem passar lá pra ver”, disse o prefeito, que adiantou anunciar em dezembro o maior programa habitacional de Corumbá, com mais de 1 mil unidades habitacionais.