Exposição que conta a história do Pantanal será aberta hoje em Corumbá

Corumbá recebe a partir desta quarta-feira, 06, uma exposição de obras de artistas plásticos de Mato Grosso do Sul, intitulada “O Pantanal e sua História na Pintura Sul-Mato-Grossense”, como parte do projeto “Águas que Educam”. A abertura será às 19h30 na unidade 03 da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (antigo prédio da Alfândega, no Porto Geral).

 

A exposição é uma proposta do professor e doutor Gilberto Luiz Alves, e retrata a história, a evolução econômica e as consequências da colonização no Estado, expressos em obras produzidas ao longo de cinco décadas e que utilizaram a água como elemento de ligação.

 

A exposição fica aberta até o dia 11 de novembro, contando inclusive com oficinas (destinadas aos professores da educação básica das áreas de Geografia e História – dia 07/11 – e, Ciências e Artes – dia 08/11 – manhã e tarde no mesmo local). Hoje, além da exposição, está prevista uma palestra do professor Gilberto Luiz Alves,, que organiza as atividades.

 

Além da exposição, outro atrativo do projeto será o show “Crianceiras” que compõe um espetáculo cênico musical inspirado na obra do poeta Manoel de Barros, produzido e organizado pelo artista e produtor cultural Márcio de Camillo. Será na quimnta-feira, 7, a partir das 20 horas, no anfiteatro Salomão Baruki.

 

O projeto “Águas que Educam” é realizado pela Secretaria de Educação Básica – Programa Rede do Ministério da Educação e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, por meio das pró-Reitorias de Ensino de Graduação/Coordenadoria de Apoio à Formação de Professores e Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis/Coordenadoria de Cultura, com produção da Criatto Produções. Em Corumbá, a realização tem apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Cultura de Corumbá.