Prefeitura implanta sistema para agilizar serviços de saúde na cidade

A Prefeitura de Corumbá está implantando uma importante ferramenta para melhorar os serviços de saúde pública na cidade. Trata-se do Fly Saúde, desenvolvido pela empresa Betha Sistemas que, entre outras vantagens, permitirá ao usuário acompanhar agendamento de consultas, retiradas de medicamentos, exames marcados e realizados, atendimentos ambulatoriais e todo o histórico de passagem pelas unidades de saúde. Vai possibilitar inclusive, que o paciente receba em seu próprio telefone celular, um torpedo comunicando a data, hora e local da sua consulta.

 

Para implantação do sistema, uma equipe da Betha está em Corumbá, realizando capacitação dos servidores da Secretaria de Saúde da Prefeitura. O treinamento foi iniciado na manhã dessa terça-feira, 08, e envolveu integrantes da equipe de gestores da pasta, inclusive a secretária Dinaci Ranzi.

 

O prefeito Paulo Duarte acompanhou os trabalhos e mostrou-se otimista. Para ele, o novo sistema representa um “momento muito importante” que representa um avanço no setor de saúde pública, não só para os profissionais que atuam na área, mas, principalmente para “os usuários do Sistema Único de Saúde, para a cidade”.

 

“É um compromisso nosso de campanha. Nos comprometemos em melhorar os serviços de saúde e é o que estamos procurando fazer”, disse ele, observando que o Fly Saúde vai ser uma ferramenta de extrema importância para agilizar o atendimento. Ele destacou também o treinamento que está acontecendo na cidade e pediu empenho de todos os servidores para um “bom desenvolvimento dos trabalhos”.

 

A expectativa do prefeito é acabar com as filas e espera por atendimento. No contato mantido com a equipe da Betha Sistema e com os servidores que estavam sendo capacitados, ele lembrou um fato ocorrido na manhã de hoje. Disse ter tomado conhecimento de que uma pessoa havia sido atendida em uma unidade e o exame de sangue necessário foi agendado para dezembro. “Isto não pode acontecer. Exame de sangue tem que ser imediato”, ressaltou, para lembrar que a população precisa de “respostas mais urgentes, rápidas, efetivas”.

 

E foi pensando nisso que a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, está dando um passo importante, “buscando uma ferramenta de trabalho para melhorar os serviços na área da saúde pública”, comentou. Destacou que vai acompanhar de perto a implantação e o funcionamento do novo sistema.

 

Tempo real

 

O sistema já foi implantado em 600 cidades brasileiras, 30 só no Mato Grosso do Sul (Corumbá é a 31ª). Foi desenvolvido por Fábio Crispim, coordenador de Desenvolvimento da Betha Sistemas. Ele próprio está sendo responsável pela capacitação da equipe da saúde.

 

Conforme a secretária Dinaci Ranzi, além dos gestores da Saúde, médicos e enfermeiros também serão treinados para trabalhar com o sistema que “vai dar maior agilidade aos serviços da saúde, que terá informações importantes em tempo real”, observou. “Hoje não sabemos qual é a demanda por especialidade, não temos dados dos paciente atendidos. O sistema vai nos permitir ter informações exatas e rápidas, controlar tudo, não só dos pacientes, mas até da nossa frota de veículos”, comentou.

 

Ranzi está otimista com o novo sistema. Para ela, com a participação e empenho dos servidores da Saúde, vai permitir informações mais rápidas, por exemplo, se o paciente foi consultado ou não. “Vais nos permitir marcar consultas, avisar a data, horário e local, enfim, vai agilizar os serviços. O sistema vai acusar inclusive se o paciente não comparecer à consulta, tudo em tempo real. Mas, para tudo isso, precisamos do envolvimento de toda a equipe”.

 

Fábio Crispim informou que o Fly Saúde é uma ferramenta totalmente WEB, desenvolvida para facilitar a regulação, o controle e a avaliação dos serviços de saúde prestados. Segundo ele, trata-se de uma tecnologia que vai permitir a Corumbá, ter um melhor planejamento em saúde, oferecendo ao gestor uma visão completa e integrada do SUS, inclusive em relação a distribuição de medicamentos para o paciente, bem como facilitar o controle de estoque.

 

Com o novo sistema, a Prefeitura terá um cadastro sempre atualizado de materiais, unidades de medida, fornecedores, entrada e transferência de materiais, perdas e sinistro, prescrição de medicamentos/insumo, gerando relatórios operacionais e gerenciais. Os profissionais de saúde também passam a contar com um histórico completo de seus pacientes, o que proporciona condições para uma correta análise e acompanhamento.

 

Outro fator importante é que a Prefeitura terá um controle dos agendamentos dos profissionais e de procedimentos de saúde, propiciando monitoramento e gestão sobre a capacidade instalada para atendimento e especialidades oferecidas; além de acompanhar o histórico do paciente com apoio de prontuário eletrônico, o que propicia condições para uma correta análise e acompanhamento do profissional de saúde.