Prefeitura aguarda titularidade de área para construir posto de saúde

A Prefeitura de Corumbá está com projetos para construir uma unidade de saúde, escola e creche no Residencial Guató, localizado no Bairro Maria Leite. As benfeitorias, principais reivindicações dos moradores do novo conjunto de 1,2 casas construído pelo Governo do Estado, foram debatidas no final da tarde de quinta-feira, 10, pela equipe do prefeito Paulo Duarte, durante a realização do programa “Olhar de Perto”, idealizado justamente para um contato mais direto com a população, para detectar as principais necessidades visando soluções.

 

“A Prefeitura tem um projeto para construir uma unidade de saúde no novo conjunto. Estamos apenas aguardando a titularidade da área, por parte do Governo do Estado, para que sejam cumpridos os trâmites legais, visando cadastro e posterior licitação”, revelou a secretária de Saúde, Dinaci Ranzi, presente ao encontro com moradores.

 

Conforme ela, o prefeito Paulo Duarte já encaminhou um ofício ao Governo do Estado, em abril, solicitando a titularidade da área, para construir a unidade de saúde. “Estamos aguardando a posição do governo. A área já está definida, mas precisamos da titularidade para que possamos providenciar a construção”, observou.

 

Acompanhada do secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos, Luiz Mário Romão, e do subsecretário de Assistência Social e Cidadania, Nilo Corrêa, Dinaci, com apoio de um mapa, mostrou a área a uma das líderes do novo conjunto habitacional, Jociane Miranda de Aranda, que ficou com o documento para apresentar à comunidade.

 

Hoje, grande parte das 1,2 mil casas já está habitada. As dificuldades de acesso a uma unidade de saúde são inúmeras. O posto mais perto é o Gastão de Oliveira, no Maria Leite, distante. Além disso, as duas equipes de Saúde da Família já estão com atendimento no limite. Enquanto o governo não libera a titularidade da área e o posto do conjunto não é construído, a Prefeitura busca alternativas para amenizar o problema.

 

“Já nos reunimos com algumas senhoras do conjunto e estamos buscando alternativas para atender os moradores. Nos próximos dias vamos apresentar um cronograma e, seguindo uma orientação do prefeito Paulo Duarte, vamos disponibilizar dias certos para que os moradores do residencial sejam atendidos no Gastão”, informou Dinaci.

 

Segundo ela, será a mesma estratégia adotada em outras regiões distantes. “Pretendemos fazer o atendimento aos sábados. O Gastão, nestes dias, terá uma equipe completa para atender somente os moradores do Guató, com médico, dentista, enfermeiros, enfim, uma equipe completa”, revelou a secretária. O atendimento deverá iniciar em novembro, de 15 em 15 dias.

 

Outros serviços

 

Além da unidade de saúde, a Prefeitura projeta ainda a construção de escola e creche para atender a comunidade. A área já está escolhida mas também depende da titularidade por parte do Estado. Este assunto também foi tratado no encontro de ontem com os moradores, bem como drenagem, asfalto, linha de ônibus, iluminação pública e coleta de lixo.

 

O secretário Luiz Mário lembrou que a Prefeitura está em entendimentos com o Governo visando avançar nos projetos de drenagem e asfalto. “São obras importantes, de infraestrutura, que estamos buscando resolver com o Governo”, explicou para, em seguida, anunciar que a equipe administrativa do prefeito Paulo Duarte vai tratar da questão da iluminação pública, linha de ônibus e coleta de lixo.

 

O encontro deixou Jociane otimista. Após receber o mapa da secretária Dinaci, disse que vai apresentar aos moradores e iniciar entendimentos com representantes do Governo do Estado, visando a liberação da titularidade da área para construção do posto de saúde, da escola e creche.

 

Além de tratar das questões ligadas aos setores de saúde, infraestrutura e educação, a equipe da Prefeitura levou também atendimento aos moradores. Equipes da Casa da Cidadania da Secretaria de Assistência Social disponibilizaram uma série de ações principalmente para as mulheres e crianças, como corte de cabelo, manicura e pedicura, além de informações sobre o Outubro Rosa que trata da prevenção ao câncer de mama; anemia falciforme; violência contra a mulher, entre outras atividades.