Lambaris e piraputanga garantiram destaques no Festival de Pesca

Depois de duas horas de pesca na prainha do Porto Geral de Corumbá, as 1500 crianças inscritas no Festival Infantil de Pesca aguardavam ansiosas o resultado do evento que movimentou a manhã deste domingo, 27 de outubro, na orla portuária. Divididos em três baterias com duração de 40 minutos e 500 participantes, os pequenos mostraram diferentes técnicas para fisgar o maior número de espécies e garantir as primeiras colocações.

 

Logo na primeira bateria, se destacaram Tainara Tlaes que causou alvoroço na beira do rio ao fisgar uma piraputanga de 30 centímetros. A garota disse que quem a ensinou a pescar foi o pai, mas que não pratica muito o esporte. De tão grande, o peixe fisgado quebrou a varinha da menina que deu por encerrada sua participação depois de pegar o “peixão”.

 

Também presente na primeira bateria Vinicios entrou e saiu do rio várias vezes e tudo isso porque ele não parava de fisgar lambaris. Ele estava bastante confiante numa boa classificação e afirmou não ter nenhum segredo para pegar tantos peixes.

 

Toda a prova foi acompanhada de perto pelos pais e a segurança dos pequenos tambem foi garantida por uma equipe de 20 fiscais e 2 barcos de apoio da Marinha do Brasil e do Corpo de Bombeiros.

 

Enquanto uns se concentravam com a varinha no rio, outros se divertiam com as brincadeiras de cunho conscientizador organizadas pela Fundação de Meio Ambiente do Pantanal e pela Secretaria Municipal de Produção Rural. A gincana da coleta seletiva foi um dos destaques. Em meio a todo tipo de material que rotineiramente vemos no lixo, as crianças tinham que saber destinar adequadamente, em cada recipiente, as embalagens conforme sua matéria-prima. Outra brincadeira contava com um rio cênico onde a criançada tinha que pescar o lixo, ajudando a limpá-lo. Quem fosse mais rápida na coleta, vencia a prova.

 

Resultado

 

Após o final da última bateria, a equipe da organização do evento computou os pontos de todos os participantes e os melhores colocados foram: Nalbert Paulo Pasqual do Nascimento e Vinícios Lima de Arruda, com nove peixes cada um.

 

Na sequência, também um empate, pois Dinilson Gonçalves da Silva e Micael Estra Soares fisgaram sete peixes, porém quem pegou o maior exemplar foi uma garota, Tainara Tlaes, que abandonou a prova depois que uma piraputanga de 30 centímetros quebrou sua varinha teve seu “feito” reconhecido e foi premiada.

 

Quem não teve sorte no rio, mas garantiu um prêmio no sorteio da grande urna foi Mateus Ian Costa Rodrigues, do bairro Cervejaria, que ganhou um tablet. O garoto recebeu o aparelho eletrônico das mãos do prefeito Paulo Duarte que avaliou a retomada do evento neste ano de 2013.

 

“A conotação é muito mais do que a de competição, mas de preservação. Vimos aqui as crianças e os pais se divertindo com as atividades de conscientização promovidas pela Fundação de Meio Ambiente do Pantanal. É essa vertente que queremos trabalhar, cuidar desse patrimônio que Deus deu a Corumbá e nada mais importante do que começar pelas crianças. Foi um belo resultado”, afirmou Duarte que lembrou que com este evento se encerra programação especial do mês de outubro, realizada pela Prefeitura Municipal de Corumbá, em comemoração do Dia das Crianças.