Exame da OAB será realizado em Corumbá a partir deste ano, anunciou prefeito

A cidade de Corumbá passará a realizar a partir deste ano o Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). A notícia foi repassada pelo prefeito Paulo Duarte aos diretores e coordenadores de curso do Campus do Pantanal (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e da Faculdade Salesiana de Santa Teresa, instituições de ensino superior que oferecem o curso de bacharelado em Direito na cidade, na manhã desta 4ª feira, 23 de outubro.

 

Apesar da Subseção da OAB em Corumbá ser a mais antiga do Mato Grosso do Sul, a cidade não contava com o exame, que é uma das etapas exigidas para a atuação profissional do advogado. O exame era aplicado somente na capital Campo Grande, Dourados e Três Lagoas.

 

No último mês de agosto, o prefeito de Corumbá esteve reunido, em Campo Grande, com o presidente da Coordenação Nacional do Exame de Ordem Unificado, doutor Leonardo Avelino Duarte, com quem iniciou diálogo com vistas à aprovação da realização da prova na cidade. De acordo com Paulo Duarte, a atuação do doutor Leonardo foi fundamental para o rápido deferimento do pedido levado pelo município junto à OAB.

 

Desde a instalação do curso de bacharelado em Direito no Campus do Pantanal (UFMS), no ano de 2001, o município pleiteava a realização do exame da ordem. Reuniões, abaixo-assinados e vários contatos foram feitos ao longo destes anos.

 

“É colocar Corumbá no mapa, as pessoas vão saber que a cidade é importante, que tem prova da Ordem. Isso resgata, melhora a auto-estima não somente do acadêmico, mas da cidade. Aqui as universidades têm força e precisam ser respeitadas como tal, então era um absurdo que uma cidade tão importante não tivesse prova aqui. Me empenhei pessoalmente, estive em Campo Grande alguns meses atrás e ontem tive a resposta positiva”, declarou o prefeito que recebeu o ofício do Conselho Federal da OAB anunciando a novidade.

 

Recebida com entusiasmo pelos representantes das universidades instaladas em Corumbá, a notícia é vista como a superação de barreiras financeiras e psicológicas que acabavam influenciando nos resultados dos exames.

 

“Hoje, o acadêmico que sai de Corumbá para fazer a prova em Campo Grande gasta em média R$ 1 mil, gasta 6 horas na viagem, fica longe da família e isso é um impacto muito grande de forma negativa. Com a prova aqui, tudo isso será eliminado. Ficamos satisfeitos, pois é uma conquista para aos acadêmicos, para os professores, para os protagonistas da justiça e, sobretudo para a sociedade, que colocará Corumbá no rol da justiça do Brasil”, declarou o coordenador do curso de Direito do Campus do Pantanal (UFMS), Aurélio Tomaz Silva Briltes.

 

Para a coordenadora do curso de Direito da Faculdade Salesiana de Santa Teresa, Maria Carolina Scheeren do Valle, a realização do Exame da OAB em Corumbá traz importante significado para o ensino na cidade.

 

“Essa tentativa já se manifestava há tantos anos e agora com o esforço conjunto e a força política do prefeito Paulo Duarte conseguimos, então realizar esse desejo de trazer o exame de Ordem para Corumbá. Com certeza, será muito produtivo. É um sentimento de identificação com a cidade, de fortalecimentos dos cursos de Direito que aqui existem”, observou.

 

Dirceu Rodrigues Júnior, presidente da Subseção da OAB em Corumbá, destacou a importante articulação do prefeito Paulo Duarte na conquista para a classe jurídica. Ele também elogiou a posição do chefe do executivo corumbaense que aproveitou para reforçar o diálogo de parceria com as universidades instaladas no município.

 

“O prefeito se preocupa em questões que, em princípio não dizem respeito a municipalidade, acredito que seja de importância maior. Você vê o prefeito se preocupando com o bem-estar do corumbaense, desse segmento do estudante de Direito. Essa parceria do prefeito, da OAB e universidades está sendo mais importante ainda”, afirmou.