Catadores de recicláveis terão equipamentos para trabalhar com lixo seco

Com a implantação da coleta seletiva do lixo, Corumbá vem mostrando como a correta destinação dos resíduos sólidos pode beneficiar não apenas ao meio ambiente, mas às pessoas que fazem do trabalho da coleta de produtos recicláveis a forma de ganhar a vida.

 

Somente entre os meses de setembro e outubro, o município recolheu 40 toneladas de lixo reciclável que são separados e prensados por duas associações de catadores, Vale da Esperança e Preservadores do Meio Ambiente, ambas somam cerca de 65 trabalhadores.

 

Para potencializar essa capacidade de triagem e seleção do lixo seco (reciclável), a Prefeitura de Corumbá entregará, até o primeiro trimestre de 2014, três novas prensas, carrinhos e demais equipamentos para os catadores do aterro sanitário que diariamente recebe entre 70 e 80 toneladas de lixo doméstico.

 

A notícia foi dada aos catadores pelo prefeito Paulo Duarte que visitou na manhã desta 5ª feira, 24 de outubro, o aterro sanitário da cidade, juntamente com a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Luciene Deová.

 

“Tenho um profundo respeito por pessoas que desempenham esse tipo de trabalho. Além de ser digno, o que vocês fazem é muito importante para a cidade”, disse o prefeito ao iniciar a conversa com os catadores.

 

Ele comentou que a coleta seletiva é fruto da persistência do Executivo Municipal e de um trabalho de consciência junto à população, pois já houve tentativas anteriores da implantação do mesmo serviço na cidade, porém sem sucesso.

 

“Eu sei que não é fácil, mas nesses poucos meses estamos colhendo bons frutos. Não nos deixamos abalar por dificuldades, estamos no começo e, somente aqui, vemos o potencial que a coleta seletiva tem, tanto para o meio ambiente quanto para a geração de renda das pessoas”, disse ao observar o grande montante de garrafas plásticas de vários produtos e formatos.

 

Paulo Duarte assegurou aos catadores de materiais recicláveis que os novos equipamentos para as associações já foram licitados e lembrou ainda que a Prefeitura implantará em toda a cidade os PEV’s (pontos de entrega voluntários) para a coleta do lixo seco, o que potencializará o volume de recicláveis.

 

Com a implantação dos PEV’s, a população não precisa aguardar o dia quando o caminhão da coleta seletiva passará em seu bairro, e para aqueles que residem em regiões que ainda não contam com o serviço do veículo especial, o ponto será o local para o correto descarte dos recicláveis.

 

 A diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Luciene Deová, fez uma avaliação da coleta seletiva que, atualmente atinge cinco bairros da cidade e como os investimentos da Prefeitura irão contribuir para a questão da coleta e gerenciamentos dos resíduos sólidos na cidade.

 

“As pessoas aderiram à coleta e isso gradativamente vem aumentado. Com o anúncio do prefeito da aquisição de novos equipamentos, a tendência é melhorar mais, provocando o aumento de geração de renda e tirando elas do trabalho insalubre que desenvolvem. Não adianta a gente aumentar a quantidade de material reciclável, se não damos condições para os trabalhadores prensarem e destinarem adequadamente o lixo”, avaliou.

 

Samuel de Araújo Moraes, presidente da Associação de Catadores de Produtos Recicláveis Vale da Esperança, que reúne cerca de 35 associados, agradeceu a visita do prefeito ao aterro, destacando que esse foi um feito inédito no local.

 

“Nunca tivemos a visita de uma autoridade como o prefeito aqui. Esse anúncio nos deixou muito feliz, estamos sentindo que as coisas estão mudando para melhor. Com certeza, esses novos equipamentos vão nos ajudar bastante, o que pedimos é que a população colabore mais ainda e não misture o lixo orgânico com o reciclável, pois do contrário tem muito coisa que não dá para reaproveitar e as que dão, a gente acaba gastando muito tempo limpando”, pediu o trabalhador.

 

O prefeito encerrou a visita se comprometendo a retornar mais vezes ao aterro sanitário e já agendou a próxima ida ao local para o mês de dezembro.