Ações de vândalos causam prejuízos e insegurança para a população

Fiscais da Prefeitura de Corumbá constataram novo ato de vandalismo na cidade que tem causado prejuízos aos cofres públicos e insegurança aos moradores. Desta vez a ação atingiu uma rede de iluminação pública na região da Nova Corumbá que tem se tornado uma rotina. Somente em um trecho da Rua Marechal Deodoro, entre a Alexandre de Castro e Rio Grande do Norte, cinco pontos estavam danificados.

 

“Moradores da região reclamaram contra a escuridão do trecho e, ao checarmos, constatamos que em cinco pontos, as luminárias havia sido quebradas, devido a ações de vândalos. Isto acontece com frequência naquela região e, somente agora, o gasto para recuperar a iluminação, foi de R$ 1,3 mil”, afirmou Willian Zimi Padilha, superintendente de Serviços Urbanos.

 

Conforme ele, esta não é a primeira vez que a Prefeitura é obrigada a intervir no trecho para recuperação dos pontos de iluminação. “Infelizmente, isto acontece com freqüência. Além dos prejuízos aos cofres públicos, há também a questão de segurança. Apesar de não ter muitas casas no trecho, a iluminação pública e importante. A Marechal Deodoro é a principal via que liga a Nova Corumbá aos residenciais da região sul da cidade, além da Escola Cássio Leite de Barros. A escuridão acaba causando insegurança para os moradores”, ressalta.

 

Zimi comentou ainda que outros trechos da cidade sofrem o mesmo problema, casos do Aeroporto e Jatobazinho. Uma alternativa, conforme o superintendente, seria implantar um sistema de iluminação idêntico ao existente na área central.

 

“Como a iluminação pública na parte alta é aberta, os vândalos acabam quebrando a lâmpada com maior facilidade. Já  o sistema do centro da cidade é fechado,com vidro temperado, bem mais resistentes às pedradas”, explicou, lembrando que a Prefeitura já faz estudos para levar o mesmo material utilizado na área central para os bairros da cidade.