XI edição do Circuito Dança no Mato chega a Corumbá segunda-feira

A XI edição do Circuito Dança no Mato acontece na segunda e terça-feira, 09 e 10 de setembro, no Anfiteatro Salomão Baruki. O projeto traz espetáculos, oficinas e palestras num panorama da dança sul-mato-grossense.

 

A proposta é promover a cooperação e o intercâmbio entre os realizadores locais e apresentar à população do estado, um painel da produção da dança sul-mato-grossense, contribuindo para a formação, troca e informação. Nessas seis edições o projeto já passou por 25 municípios. Agora, mais 15 serão visitados.

 

Os grupos que se apresentam nos municípios do Estado são referência na dança sul-mato-grossense e todos são selecionados por edital.

 

Este ano se apresentam os grupos Cia do Mato, Conectivo Corpomancia, e Cia Dançurbana com espetáculos completos e os mesmo oferecerão ao público dos municípios por onde passarem uma atividade complementar como oficinas, palestras e intervenções.

 

Já os grupos Expressão de Rua, Simbiose Street Dance, Zoe Escola de dança, Grupo de Dança Isadora Duncan, Cia Dançar se apresentarão em conjunto, em noites de coreografias variadas; e os artistas Casemiro Vicente, Nizael Almeida, Paulo Paim e Stélio Constantino Barbosa de Dourados, participantes do projeto com a apresentação “mUlhEr/HIMENópter@”.

 

Para a diretora-presidente da Fundação de Cultura, Márcia Rolon, esse evento é muito importante por trazer a tona o diálogo sobre assuntos esquecidos.

 

“Nesses dois dias vamos realizar rodas de conversas para despertar o diálogo com assuntos relacionados às mulheres e no segundo dia vamos colocar em pauta ‘O que é ser mulher’, onde envolveremos também os membros do grupo LGBTTTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), que muitas vezes não são compreendidos e ficam calados. Queremos que eles venham participar dessa roda de conversa para que possam colocar suas dúvidas e anseios e quem sabe, criarmos em parceria com a faculdade, essas rodas de conversa para esse grupo”, disse Márcia Rolon.

 

Na segunda-feira, 09 de setembro, às 20h, a apresentação será do grupo Conectivo Corpomancia com o espetáculo Maria Madalena. O grupo também oferecerá a comunidade, uma vivência em danças circulares.

 

Na terça-feira, 10 de setembro, às 18h, se apresentam os artistas Casemiro Vicente, Nizael Almeida, Paulo Paim e Stélio Constantino Barbosa de Dourados, com o projeto “mUlhEr/HIMENópter@” , também no Anfiteatro Salomão Baruki, seguido de uma mesa de discussão sobre gênero e sexualidade, em parceria com o curso de psicologia da Universidade Federal de MS.

 

O Circuito Dança no Mato é uma realização da Fundação de Cultura do estado em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Cultura.