Programa Escola de Fronteira vai capacitar 50 professores do Brasil e Bolívia

A segunda etapa do Programa Escola Intercultural de Fronteira (PEIF) começou na noite dessa quinta-feira (26) em Corumbá. A iniciativa, promovida pelo Ministério da Educação do Brasil em parceria com órgãos educacionais dos países vizinhos, é coordenada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) com apoio da Prefeitura Municipal.

O objetivo principal do programa é promover a integração regional através da educação intercultural, considerando a vivencia e experiências da fronteira para a ampliação das oportunidades do aprendizado das línguas portuguesa e espanhola. Para que isso ocorra, o PEIF vai capacitar 25 professores de Corumbá e mais 25 de Puerto Quijarro e Puerto Suaréz.

Os trabalhos começaram na noite de ontem, no Centro de Convenções, com a discussão do tema Educação Intercultural e Fronteira. Os professores doutores Antônio Hilário Aguillera Urquiza e Jacira Helena do Valle Pereira Assis, ambos da UFMS, participaram das discussões juntos com o diretor distrital de Educação de Puerto Quijarro, Juan Pablo.

A coordenadora do PEIF na cidade, Luciene Paula Machado Pereira, docente do Campus do Pantanal da UFMS, foi a mediadora da mesa. “Na nossa região, essa identidade de fronteira ainda está em processo de formação”, observou a professora e coordenadora do curso de Letras do Campus do Pantanal (CPAN).

Para a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon, o programa tem um potencial enorme na região. “É de extrema importância pelo que pode nascer desse contato verdadeiro, respeitoso, onde a educação está interligando tudo isso”, afirmou.

A capacitação continua nesta sexta e no sábado, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas, novamente no Centro de Convenções. O módulo II será nos dias 18 e 19 de outubro e o terceiro e último nos dias 25 e 26 do mesmo mês. A carga horário total é de 100 horas (60h presenciais e 40 semi-presenciais).

No final da qualificação, os professores produzirão um documentário da atividade intercultural observada durante o processo. O secretário de Governo, Hélio de Lima, e a secretária de Assistência Social e Cidadania, Andrea Ulle, também participaram da abertura do evento. A secretária de educação, Roseane Limoeiro, foi representada pela gerente de Políticas Educacionais, Maria Aparecida